Rei do acesso: Júnior Viçosa tem quatro acessos no currículo

e.c. vitória
17.01.2020, 14:09:57
Atualizado: 18.01.2020, 10:03:56
Viçosa já conquistou dois títulos da Série B (Letícia Martins / EC Vitória)

Rei do acesso: Júnior Viçosa tem quatro acessos no currículo

Atacante do Vitória foi apresentado na Toca do Leão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Das contratações do Vitória para a temporada 2020, a que mais chamou a atenção foi a de Júnior Viçosa. O centroavante de 30 anos é um autêntico especialista no Brasileirão da Série B, tendo participado de nove edições da competição em 10 anos de carreira.

Foi justamente esse perfil que o atacante destacou durante a sua apresentação oficial no rubro-negro, nesta sexta-feira (17). “Eu já conquistei quatro acessos na minha carreira, sendo duas vezes como campeão. Então posso dizer que tenho um pouco de experiência na competição”, destacou Viçosa.

O primeiro acesso foi com o Sport, na temporada 2011, quando participou de 19 jogos e marcou quatro gols. Em 2012, repetiu o feito pelo Goiás, com direito a título. Na campanha, fez 15 partidas e quatro gols.

Em 2016, subiu o Atlético Goianiense, também com título. Disputou 30 partidas e anotou 10 gols. E em 2018 alcançou o acesso pela segunda vez com o Goiás. Na campanha, esteve em 13 rodadas e não balançou as redes.

Na temporada 2019, o atacante atuou pelo América Mineiro, que terminou a Série B em quinto lugar. Pelo Coelho, marcou sete gols em 30 jogos disputados.

“Se você pegar o elenco do Vitória do ano passado, era um elenco muito forte. O América também tinha um elenco forte e começou mal. Eu falava para os meus companheiros lá como podia América e Vitória estarem naquela condição. Essas coisas acontecem no futebol. O América, mesmo, reagiu e brigou pelo acesso no final. Espero que neste ano a gente consiga”, disse Viçosa.

No elenco rubro-negro, ele tem a concorrência do centroavante Léo Ceará, autor de 14 gols na Série B do ano passado pelo CRB e de volta após empréstimo.

Namoro antigo
Por sinal, ele comentou que por muito pouco não defendeu as cores do Leão em 2019: “A gente teve uma conversa no ano passado, mas infelizmente não deu certo. Terminei o ano bem no América e eles até me procuraram para renovar, mas eu fiquei muito triste de não ter conquistado o acesso”, contou.

“Quando Alarcon (Pacheco, gerente de futebol do Vitória) entrou em contato com o meu empresário fiquei feliz. Quis vir por ser um time de massa. Isso estava fazendo falta na minha carreira. Vinha jogando em times de torcida pequena e percebi que precisava disso de novo. Sentir o calor da torcida faz com que o jogador se dedique mais”, completou o atacante do rubro-negro. 

O time de maior torcida pelo qual ele passou foi o Grêmio, em 2010 e 2011, logo após se destacar no ASA, onde o alagoano iniciou a carreira.

O reforço também reconheceu que, além de artilheiro, terá outra responsabilidade no rubro-negro, que é liderar um grupo de jovens: “É importante ter um grupo com jogadores experientes e contar com meninos que estão subindo. Aqui tem bons jogadores de base. Cheguei há pouco tempo e já notei qualidade em (Maykon) Douglas, (Matheus) Tenório e John, por exemplo. Espero que a gente passe um pouco da nossa experiência a eles”.

Viçosa e o elenco principal do Vitória seguem a preparação para a estreia na Copa do Nordeste, no próximo sábado (25), contra o Fortaleza, às 16h, no Barradão. 

Antes disso, a equipe sub-23 comandada pelo treinador Agnaldo Liz entra em campo na abertura do Campeonato Baiano, quarta-feira (22), às 19h30, também dentro de casa, diante do Jacobina. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas