Repensar o processo, sentir mesmo à distância: empresas e pessoas transformaram cenários em 2021

estúdio correio
23.12.2021, 06:00:00

Repensar o processo, sentir mesmo à distância: empresas e pessoas transformaram cenários em 2021

Flexibilidade se tornou uma das palavras de ordem na adaptação das empesas aos novos desafios

Um mundo mais focado em experiências. Não por um acaso, já se ouviu muito por aí alguém dizer que quem não sentiu algo novo ou se viu imerso às mudanças – algumas até obrigatórias – não viveu a pandemia como um todo e as transformações que o coronavírus trouxe. Se isso aconteceu com as pessoas, com as empresas não seria diferente. Muitas repensaram seus processos, sua gestão e a maneira de enxergar seus negócios. Sim, nunca se falou tanto em experimentar.

“As necessidades mudaram e as pessoas começaram a rever seus estilos de vida. Se pensarmos no segmento de imóveis, por exemplo, vimos mudança nas formas de morar, já que passamos muito mais tempo dentro dos imóveis e as áreas comuns foram resignificadas e usadas de outras formas. E isso, com certeza, reverberou no desenvolvimento de novos projetos pelo setor”, comenta o diretor da parceria Capa Concepts e Costa Andrade, Carlos Andrade.

A palavra é flexibilidade. Cozinhas mais abertas, espaços híbridos que funcionam de uma forma ou de outra, espaços como coworking, mais verde e o fortalecimento dos condomínios como uma comunidade. Essas são só mais algumas das experiências que os empreendimentos devem proporcionar a seus moradores daqui para frente, muito além do metro quadrado em si, como reforça Andrade.

“As pessoas começaram a olhar novamente para seus imóveis, saíram daquele modo automático, ocupando mais as áreas dos condomínios e eu acredito que a operação imobiliária vai puxando isso: espaços muito bem integrados para serem mais usados. Ou seja, áreas de uma maneira mais orgânica e com essa interação entre vizinhos e comunidade. Ir além do cartesiano, enxergar mais as pessoas e experiências de quem está nos apartamentos”.

Tudo isso faz sentido, principalmente, quando se leva em consideração a maneira como o home se tornou mais office no último ano e, mais uma vez, exigiu flexibilidade, como afirma o diretor da locadora de automóveis AJL, Adriano Lima. Usar o carro de maneira consciente é mais uma dessas experiências, que a modalidade trouxe.  “Experimentamos trabalhar de casa e alcançou resultados positivos devido às necessidades do mercado. São novas formas de vida e de convivência, que veio reforçar a importância de trabalhar de forma integrada com todas as áreas, desenvolvendo projetos com foco na jornada dos clientes”, opina.


https://correio-cdn2.cworks.cloud/fileadmin/user_upload/correio24horas/2018/01/09/MARCA.png
O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas