Rivais colocarão invencibilidade à prova nos Ba-Vis

Copa do Nordeste
25.04.2017, 08:00:00

Rivais colocarão invencibilidade à prova nos Ba-Vis

Vitória está imbatível no Campeonato Baiano, enquanto Bahia ainda não perdeu pela Copa do Nordeste

Na opinião do torcedor, o que dá mais moral para a maratona de clássicos que começa nesta quinta-feira (27), no Barradão: estar invicto na Copa do Nordeste, como o Bahia, ou imbatível no Campeonato Baiano, como o Vitória?

Leão tirou invencibilidade do rival no estadual (Foto: Betto Jr / Correio)

Na prática, o Leão foi quem se deu bem porque a invencibilidade lhe deu a vantagem de jogar por resultados iguais na decisão do estadual. Dono da melhor campanha do regional, o Esquadrão, por sua vez, jogará na Fonte Nova o segundo Ba-Vi das semifinais.

“Claro que é um ‘plus’, mas também não podemos jogar com o regulamento embaixo do braço, contando com essa vantagem. Quando você entra para empatar, a chance de dar zebra é muito grande. Temos que fazer o nosso trabalho, entrar lá e jogar para vencer”, avaliou o zagueiro Fred sobre a situação do rubro-negro.

“Nosso foco principal é na Copa do Nordeste, nos dois próximos jogos, o primeiro na casa deles e o segundo na nossa. Então é claro que vai favorecer a gente, por jogar num estádio cheio, com a torcida  nos apoiando. Espero fazer dois grandes jogos e conseguir a classificação”, rebateu Régis sobre o lado tricolor.

Ambos  chegam a esse momento decisivo com duas derrotas na temporada. Curiosamente, uma de cada foi para o mesmo adversário, o Paraná, pela Copa do Brasil.

Moralmente, o Leão pode se orgulhar de ter sido o responsável por acabar com a invencibilidade do rival no estadual. Afinal, a outra derrota do Bahia na temporada foi para o Vitória, 2x1 na Fonte Nova.

“A gente sabe que ainda tem muita coisa em jogo. Vencemos o primeiro clássico na casa do adversário, mas entendo que isso é passado. Talvez tenha ficado um gosto amargo do lado de lá, mas agora cada time quer defender o seu. Serão quatro jogos importantes para a sequência do ano”, continuou Fred.

Para o tricolor Régis, os jogos vindouros serão mais importantes: “Agora são decisões. Quem estiver melhor, mais concentrado e preparado, vai conseguir os triunfos. Esperamos chegar com a cabeça tranquila e conseguir vencer na casa deles”.

Defesas em alta

Graças a sua invencibilidade, o tricolor chega às semifinais do Nordeste com apenas dois gols sofridos, ambos no triunfo por 4x2 sobre o Sergipe, com Anderson no gol. A equipe de Guto Ferreira tem seis vitórias e dois empates no torneio, 83% de aproveitamento.

Pelo Baiano, o time sofreu mais quatro gols, também com Anderson na meta. Ou seja, Jean, o camisa 1 titular de quinta-feira, segue imbatível nos dois torneios que o tricolor ainda disputa.

A zaga rubro-negra foi bem mais vazada no Nordestão. Foram nove gols sofridos – quatro apenas na derrota por 4x2 para o Botafogo-PB –, todos com Fernando Miguel.

O aproveitamento do Leão no Nordestão é de 79%. Ao todo, graças à invencibilidade no estadual, sobe para 82%.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas