RMS completa quatro dias sem registro de morte violenta; fato não ocorria desde 2001

bahia
24.10.2020, 10:36:41
Atualizado: 24.10.2020, 10:46:31
(Alberto Maraux/SSP)

RMS completa quatro dias sem registro de morte violenta; fato não ocorria desde 2001

13 cidades compõem a Região Metropolitana de Salvador

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Composta por 13 cidades, a Região Metropolitana de Salvador (RMS) alcançou um feito que não era visto desde 2001: está há quatro dias sem nenhum registro de morte violenta.

As 96h sem crimes de homicídio, latrocínio, feminicídio e lesão dolora seguida de morte foram completadas às 23h59 desta sexta-feira (23). Esse fato não ocorria há 19 anos, quando a polícia iniciou as estatísticas desses tipos de crimes.

As ações integradas das polícias Militar, Civil e Técnica apontaram ainda que de 1 de julho a 30 de setembro, as mortes violentas tiveram queda de 5,7%. Em números absolutos, isso representa 133 casos, em 2020, contra 141 ocorrências no ano passado.

Nas últimas 24h, policiais apreenderam em Camaçari, maior município da RMS, seis armas e prenderam oito criminosos. Nesta última semana, houve ainda dois cumprimentos de mandados contra homicidas.

Além de Camaçari, fazem parte da RMS os municípios de Lauro de Freitas, Dias D'Ávila, Mata de São João, Ilhas de Vera Cruz e Itaparica, Salinas da Margarida, Candeias, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Simões Filho, Madre de Deus e Pojuca.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas