Robôs podem auxiliar na desinfecção de hospitais

ivan dias marques
21.04.2020, 05:00:00

Robôs podem auxiliar na desinfecção de hospitais


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

No último final de semana, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) anunciou a transferência de 200 pacientes do Hospital Santo Antônio, das Obras Sociais de Irmã Dulce, por conta de um surto de coronavírus na unidade de saúde. Após a transferência, a unidade terá que passar por uma desinfecção. Esse é um processo importante, mas igualmente arriscado para o ser humano. É necessária muita proteção para evitar uma contaminação dos responsáveis pela limpeza do ambiente. E se isso pudesse ser feito sem humanos?

E pode. Na China e em outros lugares do mundo, robôs desinfectantes são utilizados para limpar tanto unidades de saúde como locais de grande aglomeração, como metrôs. Esther Colombini, professora de Robótica e Inteligência Artificial da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e membro o Instituto de Engenheiros Eletrônicos e Eletricistas (IEEE), cr~e que a demanda desse tipo de equipamento aumentará em todo o mundo por conta da pandemia.

"Antes desta experiência, a utilidade de robôs especializados na segurança sanitária ainda não estava bem clara", diz ela, que crê que muitas empresas irão tirar do armário projetos de robôs operacionais que podem realizar limpeza urbana e a coleta de lixo e passar a, de fato, produzir esses equipamentos.

Confira uma demonstração de um robô desinfectante nesse vídeo do canal Olhar Digital:

Segundo Esther, a ideia por trás da criação de robôs sempre foi chegar onde é perigoso demais para o ser humano ou realizar atividades que possam oferecer algum risco. Ela sugere que as empresas, sobretudo de grande porte, como as industriais, repensem e usem a estratégia de possuir robôs para situações extremas. "Os robôs poderiam fazer o transporte interno, entrega de materiais e apoio ao chão de fábrica enquanto os trabalhadores estivessem em isolamento social"

Confira a limpeza de um trem do metrô de Hong Kong em vídeo da Reuters:

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas