Rodrigo Chagas agradece oportunidade de treinar clube do coração

e.c. vitória
23.12.2020, 15:35:39
Atualizado: 23.12.2020, 16:25:01
Rodrigo comandará equipe nos sete jogos finais da Série B (Letícia Martins / EC Vitória)

Rodrigo Chagas agradece oportunidade de treinar clube do coração

Ex-lateral direito está de volta após 15 dias do Leão com Mazola Júnior

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Exatamente duas semanas depois, Rodrigo Chagas está de volta ao comando do Vitória. Dessa vez de forma definitiva, já que Mazola Júnior foi demitido na última terça-feira (22) e o rubro-negro decidiu efetivar o auxiliar técnico.

O novo técnico só falará com a imprensa em 2021. Com a proximidade do final do ano, o Vitória programou a primeira entrevista de Rodrigo para a véspera do duelo com o Operário, pela 32ª rodada, que ocorrerá no dia 3 de janeiro, no Barradão.

Porém, no retorno de Maceió para Salvador, nesta quarta-feira (23), o ex-lateral direito rubro-negro enviou um depoimento à torcida, comentando o desafio que terá pela frente como técnico de fato.

"Espero que eu possa realizar um grande trabalho, agora fixado como treinador realmente. Isso vai fazer com que eu possa colocar minhas ideias melhor ainda, aqui que penso para a equipe", disse o novo treinador.

Após a derrota para o CSA por 3x0 na última terça-feira, o elenco rubro-negro retornou a Salvador e recebeu folga. A reapresentação será na manhã de quinta-feira (24). O treinador terá dez dias para corrigir a equipe visando o duelo com o Operário.

Rodrigo foi treinador interino por quatro jogos após o pedido de demissão de Eduardo Barroca, no dia 27 de novembro. Venceu as duas primeiras, contra CRB (2x1) e Paraná (4x1), perdeu para o Confiança (3x2) e empatou com o Cuiabá (3x3).

"Vou tentar, mais do que nunca, fazer o melhor para o nosso clube e para a nossa torcida, a qual eu sei que tem uma preocupação muito grande em relação à minha pessoa", comentou o treinador no áudio enviado à imprensa.

A depender dos resultados do restante da 31ª rodada, o Vitória pode ficar apenas um ponto à frente do Z4. O rubro-negro tem 36 pontos e precisa torcer contra Figueirense (18º) e Paraná (17º), que têm 32. O time catarinense enfrenta o clássico com o Avaí no sábado (26), enquanto o paranaense visita a líder Chapecoense na segunda-feira (28).

"Mais uma vez, agradeço pela oportunidade de estar à frente desse clube pelo qual eu tenho todo o carinho do mundo, um clube que eu amo. Espero sair dessa situação o quanto antes, ao lado de todos os atletas e todos que estão no clube", completou o ex-lateral direito do Vitória.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas