Rodriguinho lamenta chance remota de classificação: 'Ficamos tristes'

e.c. bahia
21.05.2021, 17:26:00
Atualizado: 21.05.2021, 17:26:55
Rodriguinho durante a entrevista coletiva do Bahia (Felipe Oliveira/EC Bahia)

Rodriguinho lamenta chance remota de classificação: 'Ficamos tristes'

Meia, porém, vê Bahia em trajetória de evolução e pede que equipe aprenda com os erros

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As chances do Bahia avançar na Copa Sul-Americana se tornaram remotas. O tricolor chega à última rodada precisando vencer o Montevideo City Torque, que também tem esperanças de se classificar, e ainda precisa torcer para que o Independiente perca em casa do Guabirá, lanterna do grupo.

Um dos jogadores mais experientes do Esquadrão, Rodriguinho lamentou a situação. A equipe poderia ter encaminhado a vaga se vencesse a partida contra o clube argentino na terça-feira (18), mas viu uma falha de Douglas render um gol contra de Thonny Anderson, decretando a derrota por 1x0.

"Realmente, a gente fica triste. A equipe conseguiu fazer bons jogos, conseguimos ter a possibilidade nas mãos de uma classificação mais tranquila. De poder ter definido os jogos, de não ter tantos erros individuais ou coletivos. A gente fica triste exatamente por isso. Foi uma equipe aguerrida, que trabalhou bastante, que propôs jogo, que demonstrou uma solidez na forma de jogar. Mas futebol, muitas vezes, acontece a questão do detalhe. Infelizmente, somos humanos e os erros acontecem. A gente tem que aprender com eles, para que não voltem a se repetir", comentou.

"Citando esse jogo do Independiente, jogamos contra uma grande equipe, de tradição. Dentro da casa do adversário, conseguimos criar boas oportunidades. A vitória nos escapou por detalhes. A gente tem que levar como exemplo, para amadurecer como equipe, para que não aconteçam mais", continuou Rodriguinho.

Apesar da derrota ter complicado o Bahia na Sul-Americana, o meia não quer pensar muito nisso. Para ele, é preciso aprender com o passado e focar no presente e futuro.

"A derrota nos ensina muito, a gente tem que aprender com isso. Tivemos a oportunidade de classificação e detalhes no futebol fazem muita diferença. A equipe conseguiu, contra um adversário forte, manter um nível de atuação bom, mas deixamos escapar. Isso que não pode acontecer no resto da temporada, temos que aprender. Mas não podemos nos abalar pensando nisso. Aconteceu, passou, temos que aprender. Não deixar a confiança cair, mas manter ela alta, porque o trabalho está sendo bem feito. Uma derrota não tira os méritos nem a evolução do time. Vamos fazer de tudo para que a equipe possa brigar na parte de cima da tabela. Esse ano começou bem e temos a esperança de continuar assim", falou.

O jogo contra o Montevideo City Torque está marcado para a próxima quarta-feira (26), às 19h15, em Pituaçu. Rodriguinho prevê um duelo disputado e vê como um bom teste para a estreia no Brasileirão. O Bahia faz seu primeiro confronto na Série A contra o Santos, no dia 29, em casa.

"Vai ser uma partida difícil. Independente se eles têm chance ou não. Vai ser bem equilibrada. É um time de qualidade, que mantem posse, que propõe jogo, que marca forte sem a bola. Vai ser mais um belo teste para a gente se demonstrar como grupo, como equipe. Superar as adversidades, ir atrás do triunfo. Esperamos que isso aconteça durante o Brasileiro. A mesma esperança que a gente tem contra o Santos, de poder começar o Brasileiro com o pé direito, de começar bem, com o triunfo, somando pontos. Isso é importante para que cresça nossa confiança e cresça como equipe", concluiu.

Confira outros trechos da entrevista de Rodriguinho:

Trabalho de Dado
Tem feito o papel dele como treinador. De passar o máximo de confiança possível, de estudar o adversário, mostrar para a gente e explicar o que devemos fazer. A equipe vem correspondendo bem. Muitas vezes, conseguimos dominar as partidas que jogamos, conseguimos criar boas oportunidades. Estamos amadurecendo como equipe cada vez mais. Estou confiante que vai ser um excelente ano para a gente. Já começou bem e esperamos que o segundo semestre seja da mesma forma. A gente vem evoluindo e ele vem fazendo o trabalho dele da melhor forma possível, dando confiança para os atletas, para que a gente possa minimizar esses erros. E que a gente possa, cada vez mais, se aproximar do nosso triunfo.

Fica no Bahia ou volta para o Corinthians?
Estou muito focado no meu trabalho aqui no Bahia. Um ano que começou muito bem, e que espero que continue assim. Que a equipe possa evoluir cada vez mais, que eu possa ajudar cada vez mais. Muito focado aqui no meu trabalho. Tenho contrato até o fim do ano. Só penso no presente aqui, que é poder vestir essa camisa com muita alegria e dar alegria para os torcedores.

Novo Rodriguinho?
Fico feliz que esse ano começou diferente do ano passado, que eu posso estar ajudando mais a equipe, estando mais integrado, com mais responsabilidades. A mudança de posição muda um pouco a característica do jogo em si, mas não muda o Rodrigo. Foi mais uma questão coletiva no ano passado, porque as coisas não vinham bem. Oscilamos muito no campeonato. Sofremos algumas derrotas talvez até bisonhas, da forma como tomávamos gols. É o que a gente está tentando evoluir como equipe, para que os resultados possam ser favoráveis. Vejo um conjunto de coisas que fazem com que minha participação individual, e como coletivo, possam evoluir cada vez mais.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas
  • Assinaturas: 71 3480-9140
  • Anuncie: 71 3203-1812
  • Ache Aqui Classificados: 71 3480-9130
  • Redação: 71 3203-1048