Rolês Pretos: descubra como a festa baiana BATEKOO virou manifesto do movimento negro

correio afro
29.05.2022, 12:09:00
(Foto: Divulgação)

Rolês Pretos: descubra como a festa baiana BATEKOO virou manifesto do movimento negro

Criador de conteúdo Ismael Carvalho desenvolve projeto para visibilizar os rolês de pessoas pretas; veja vídeo

Ismael Carvalho (@ismaelcarvalhoss), 29, é criador de conteúdo, natural de Salvador- BA, apresentador do portal POPLine, ele pauta nas suas redes sociais assuntos que o atravassam como um jovem negro, como música, pautas raciais, autocuidado, moda entre outros. Ele criou o Rolês Pretos, um projeto que visa retratar e apresentar as festas, shows e manifestações culturais pretas brasileiras, através de produções audiovisuais, em formato de entrevista/testemunhal. O mais recente episódio da iniciativa fala sobre a BATEKOO, um coletivo soteropolitano, preto, criado em 2014 e que vem se tornando um importante manifesto do movimento negro e LGBTQIA+ no Brasil. 

Muito mais que uma festa, a BATEKOO é um movimento, um manifesto, um selo, uma ferramenta de transformação que tem impactado o bolso, as referências, o consciente e o inconsciente coletivo de toda uma geração preta LGBTQIA+ periférica de um país, valorizando a diversidade através da música e da dança, empoderando minorias. 

O conteúdo do Rolês Pretos foi cedido por Ismael ao CORREIO Afro e você pode assistir na íntegra abaixo: 

"A intenção do Rolês Pretos é fomentar mesmo o que a gente consome. Temos uma dificuldade muito grande dos rolês da galera preta serem visibilizados; A ideia é divulgar para para mostrar essa pluralidade", explica Ismael que fez a primeira edição do Rolês Pretos no festival Afropunk. 

Ficha técnica
Apresentação: @ismaelcarvalhoss
Roteiro: @ismaelcarvalhoss / @pretacomunicacao_
Audiovisual: @skramm_ /@studioauga
Produção: @pretacomunicacao_

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas