Rui Costa participa da inauguração de novo parque eólico em Morro do Chapéu

bahia
25.11.2021, 16:22:00
Atualizado: 25.11.2021, 16:26:29
(Alberto Coutinho/GOVBA)

Rui Costa participa da inauguração de novo parque eólico em Morro do Chapéu

Parque vai evitar a emissão de cerca de 992 mil toneladas de CO2

O governador Rui Costa participou, nesta quinta-feira (25), da inauguração do novo parque eólico da Enel Green Power Brasil em Morro do Chapéu, na Chapada Diamantina. O evento marca o início da operação do parque eólico Morro do Chapéu Sul II, tentativa de consolidação da liderança da Bahia na geração de energia elétrica a partir das fontes eólica e solar no país. O ranking dos primeiros nove meses de 2021 foi feito pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Com capacidade instalada de 353 MW, o Morro do Chapéu Sul II está localizado na mesma região onde a Enel Green Power construiu e opera, desde janeiro de 2018, o parque eólico Morro do Chapéu Sul (172 MW). O grupo investiu cerca de R$ 1,92 bilhão na construção do Morro do Chapéu II. Da capacidade instalada total do empreendimento, cerca de metade já está conectada ao Sistema Interligado Nacional. A expectativa é que o parque esteja em plena operação até janeiro de 2022.

“A Bahia detém hoje os maiores projetos de energia renovável em funcionamento e também em implantação no Brasil. Ao todo, são mais de R$ 60 bilhões que foram ou estão sendo investidos em novos projetos na Bahia. Isso significa muita gente trabalhando na construção civil, nas estradas para dar acesso a essas torres e na produção desses equipamentos, muitos deles já produzidos na Bahia, como torres e aerogeradores. Em breve, estaremos produzindo também as pás eólicas. Enfim, estamos buscando também trazer para a Bahia as partes que compõem essa cadeia produtiva para gerar mais emprego e renda”, destacou Rui.

Também compareceram à cerimônia os secretários de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, e de Desenvolvimento Econômico, Nelson Leal.

“Estamos priorizando as energias renováveis, que são muitos importantes para nós. O mundo hoje está colocando em pauta o hidrogênio verde e, para isso, precisamos ter muita energia produzida, seja eólica ou solar. Nós já somos líderes nos dois setores. Hoje produzimos 31% da energia eólica do Brasil e 27% da solar. Na Bahia, 37,4% da energia consumida já vem da energia eólica. São investimentos que geram renda e emprego e, sobretudo, estão gerando uma nova perspectiva de tecnologia que é a produção do hidrogênio verde e que nós seremos pioneiros no Brasil”, afirmou Nelson Leal.

O parque eólico Morro do Chapéu Sul II é composto por 84 aerogeradores e, quando estiver em pleno funcionamento, será capaz de gerar mais de 1.800 GWh de energia por ano, evitando a emissão de cerca de 992 mil toneladas de CO2 na atmosfera anualmente. Ao todo, o empreendimento gera 2,8 mil empregos diretos, além dos indiretos, e agrega iniciativas de desenvolvimento social para as comunidades vizinhas, com programas de abastecimento de água e educação.

“A Bahia é hoje o nosso primeiro estado em geração de energia; um terço da nossa geração está aqui. Estamos trabalhando para ter mais empreendimentos e poder continuar com esse crescimento. A Bahia é um estado que tem uma visão estratégica muito forte no assunto das energias renováveis e conseguiu também implantar uma cadeia de suprimento importante. Então, desenvolver projetos aqui é um grande prazer”, declarou a Responsável pela Enel Green Power no Brasil, Roberta Bonomi.

Atualmente, a Bahia possui 205 parques eólicos e 34 parques fotovoltaicos em operação. Dentre os municípios baianos beneficiados com a instalação de parques fotovoltaicos estão: Tabocas do Brejo Velho, Bom Jesus da Lapa, Juazeiro, Guanambi, Barreiras, Itaguaçu da Bahia, Oliveira dos Brejinhos e Casa Nova. Já os eólicos ficam em Sento Sé, Caetité, Morro do Chapéu, Campo Formoso, Gentio do Ouro, Igaporã, Guanambi, Pindaí, Mulungu do Morro, Brotas de Macaúbas, Várzea Nova, Cafarnaum, Sobradinho, Casa Nova, Brumado, Xique-Xique, Bonito, Ourolândia, Dom Basílio e Umburanas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas