Salvador atinge marca de 1 milhão de vacinados com primeira dose

salvador
25.06.2021, 12:01:00
Atualizado: 25.06.2021, 13:08:47
(Foto: Marina Silva/Arquivo CORREIO)

Salvador atinge marca de 1 milhão de vacinados com primeira dose

Capital já tem mais de 50% do público-alvo imunizado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Salvador atingiu nesta sexta-feira (25) a marca de 1 milhão de pessoas vacinadas com a primeira dose contra a covid-19. O número representa mais de 50% do público-alvo da vacina, que envolve cidadãos a partir de 18 anos. Como apontava o Vacinômetro municipal até às 12h, 1.000.555 pessoas receberam a primeira dose e 420.756, a segunda, o que representa cerca de 20% da população com a imunização completa. Hoje, até o momento, foram aplicadas 9.386 doses. 

O secretário municipal de saúde, Leo Prates, comemorou a conquista através das redes sociais. “Mais de 1 milhão de pessoas vacinadas, de 1ª dose, contra a Covid-19 em Salvador! Agradeço de coração a cada um que vestiu a camisa e está trabalhando todos os dias para salvar vidas! Sem vocês, profissionais de saúde, nada disso seria possível! Vamos continuar nos cuidando: usando máscara, evitando aglomerações para que possamos vencer essa batalha o mais rápido possível! Gratidão”, diz a publicação. 

O prefeito Bruno Reis também se manifestou através das redes sociais. “Acabamos de chegar a 1 milhão de pessoas vacinadas com a 1ª dose em Salvador! Isso representa mais de 50% do público-alvo e reflete o quanto todos os esforços têm sido essenciais para acelerar o processo de imunização. Mesmo com as dificuldades, quando as vacinas chegam vão direto para o braço das pessoas e, por isso, somos a capital mais eficiente na aplicação. Tenho fé em Deus, no trabalho e na ciência e sei que estamos fazendo o possível para superarmos a pandemia. É preciso o apoio de todos! Temos que continuar usando máscaras, evitando aglomerações e valorizando a vacina. É assim que vamos vencer!”, publicou. 

A cidade chegou a ser considerada pelo Ministério da Saúde como a capital com maior eficiência na vacinação. Hoje, é a segunda capital que mais vacina no país. Com 95,4% de doses aplicadas em relação ao número de doses recebidas, perde somente para Maceió, com 97,2%. 

A vacinação contra a covid-19 em Salvador e em toda a Bahia teve início no dia 19 de janeiro deste ano. A enfermeira Maria Angéica Carvalho, de 53, foi a primeira pessoa a receber o imunizante na Bahia. A aplicação teve início nas Obras Sociais Irmã Dulce (Osid).

Na cerimônia que marcou o início da vacinação, também receberam as doses Lícia Pereira Santos, de 86 anos, paciente de longa duração das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid); Uenderson Araújo, 30 anos, médico do Samu de Salvador; e Deisiane Tuxá, 31 anos, enfermeira no município de Rodelas e representante de comunidade indígena. 

Planejamento

Além do Plano Municipal de Imunização, que reúne todo o planejamento necessário para a vacinação, a prefeitura também adquiriu quatro ultrafreezers para acondicionamento de imunobiológicos que necessitam de baixíssimas temperaturas (caso das vacinas produzidas pela Pfizer).

Para a aplicação das doses, 1,5 mil profissionais de saúde foram mobilizados pelo município para atuarem em pontos espalhados pela cidade, inclusive, em esquema de plantão aos finais de semana. Somaram-se e a esses profissionais outros 50 auxiliares técnicos de enfermagem e administrativos, fruto de um convênio firmado entre a Prefeitura e a Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb). 

Estratégias

Diversas estratégias também foram pensadas para acelerar o processo de vacinação na capital. Algumas delas foram os mutirões e o Viradão da Vacinação. O último teve início na segunda-feira (21) e seguiu com 33 horas ininterruptas. De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), foram vacinados 34,5 mil pessoas por meio da ação. 

Para facilitar a imunização das pessoas com dificuldade de locomoção, foi implantado o serviço Vacina Express, no qual as pessoas podem agendar a vacinação em casa através do site (vacinaexpress. saude. salvador. ba. gov. br). Desde 2 de fevereiro, quando foi iniciado, o serviço já atendeu a mais de 14 mil pessoas na capital baiana.

Em Salvador, a tecnologia também passou a ser uma grande aliada no processo de vacinação através de ferramentas como Vacinômetro, Filômetro e site Hora Marcada.   

O Vacinômetro está disponível desde o primeiro dia de mobilização na cidade e mantém a população informada sobre a estratégia. A plataforma é atualizada em tempo real com dados referentes à imunização, número de doses aplicadas – tanto a primeira como a segunda – e classificação por faixa etária, sexo, cor e raça. 

O Filômetro, por sua vez, informa em tempo real a intensidade das filas em cada um dos pontos de vacinação, além do público-alvo que está sendo atendido em cada local e o tipo de dose aplicada (1ª ou 2ª). Até o momento, a plataforma já teve mais de 18 milhões de visualizações. 

Já o Hora Marcada permite que as pessoas possam agendar a data e horário para recebimento da vacina. Também foi implantado o QR Code da Vacinação, presente no site da SMS, que traz os dados da pessoa habilitada para receber a primeira ou segunda dose e, ao levar o documento ao ponto de imunização, agiliza o processo de triagem e recebimento do imunizante. 

Foi criada, ainda, a plataforma de cadastramento das pessoas com comorbidades, a ser acessada apenas por médicos com usuário e senha do Cremeb para inclusão dos pacientes que fazem parte do público prioritário da vacinação contra a covid-19. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas