Salvador vai protocolar interesse em vacina produzida em São Paulo

coronavírus
15.10.2020, 11:49:36
Atualizado: 15.10.2020, 11:54:48
(Foto: Divulgação / Secom PMS)

Salvador vai protocolar interesse em vacina produzida em São Paulo

Imunização para a covid-19 foi desenvolvida pela empresa chinesa Sinovac Biotech

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O prefeito ACM Neto comentou nesta quinta-feira (15) o encontro com o governador de São Paulo, João Dória, para discutir o interesse da prefeitura de Salvador na vacina da empresa chinesa Sinovac Biotech contra a covid-19, desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan. 

Ele disse que vai protocolar uma manifestação oficial ao Instituto Butantan. "Manifestei o claro interesse da prefeitura de Salvador que, quando essa vacina estiver autorizada e puder ser comercializada, fazer aquisição para iniciar tambem a vacinação dos soteropolitanos, esse trabalho de imunização coletiva", disse.

Neto disse que João Dória se mostrou favorável à parceria para a compra caso as vacinas se mostrem eficazes no combate à covid-19. "É óbvio que, por enquanto, nós ainda não podemos falar de compra da vacina porque ela não está homologada e oficializada, mas já está na fase final", alertou ACM Neto.

Em relação à origem da vacina, produzida entre o instituto e a empresa chinesa, o prefeito descartou qualquer impedimento político para a compra.

"Não tem que ter ideologia. Não interessa se essa vacina é da China, [universidade inglesa] Oxford, dos Estados Unidos ou da Rússia. Não interessa de onde vem a vacina, a gente tem de correr atrás dela para disponibilizar pra população", disse.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas