Satélite: pelo segundo mês, ocupação hoteleira em Salvador seguirá abaixo dos 50%

satélite
02.06.2017, 06:30:00
Atualizado: 02.06.2017, 06:35:54

Satélite: pelo segundo mês, ocupação hoteleira em Salvador seguirá abaixo dos 50%

O setor hoteleiro calcula que a média de ocupação em maio nos 26 maiores estabelecimentos de Salvador, cuja divulgação está prevista para os próximos dias, deve ficar pelo segundo mês consecutivo abaixo dos 50%. De acordo com o presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação, Silvio Pessoa, as projeções indicam que o índice dificilmente ultrapassará os 48%, quase dois pontos a menos em comparação com abril e na mesma faixa registrada em maio de 2016, quando o percentual foi de 47,66%. “O resultado apurado do último dia 31 foi de 41%, muito abaixo do ponto de equilíbrio para que o negócio possa sobreviver só pagando as contas, de 60%”, afirma. A série histórica realizada há 16 anos aponta que 2012 foi a última vez em que o setor operou no azul.

Mata-leão
 As perspectivas indicam que 2017 será novamente  um ano perdido para os hoteleiros da cidade. “Há uma paralisia no governo do estado para resolver os gargalos do setor. Cerca de nove meses depois do desabamento, o futuro do Centro de Convenções foi sequer definido”, ressalta Pessoa.

Dupla dinâmica
Dois secretários de Camaçari foram escalados pelo prefeito Antonio Elinaldo (DEM) para afinar o intercâmbio com a administração do Palácio Thomé de Souza. Egressos da primeira gestão de ACM Neto (DEM), Sergio Vilalva (Desenvolvimento Econômico e Turismo) e Juliana Paes (Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente) são responsáveis por levar para Camaçari programas da prefeitura de Salvador considerados bem-sucedidos. Em especial, na área de atração de investimentos. Vilalva é conhecido pelo trânsito livre entre o empresariado baiano. Juliana, por sua vez, ganhou destaque pelo perfil puramente técnico, demonstrado durante sua atuação na equipe que elaborou o PDDU e a Louos de Salvador.

Asa curta
Apesar da pressão para que defenestre o vereador Igor Kannário do PHS, o presidente estadual da sigla, Júnior Muniz, terá dificuldades se quiser levar a cabo a expulsão do parlamentar. Líderes da bancada governista na Câmara apostam que, em última instância, o vice-prefeito Bruno Reis (PMDB) entrará em cena para diminuir a pena, mas exigirá melhorias no comportamento de Kannário a partir de agora.

Caroço de angu
A recente pesquisa do Instituto Paraná sobre a sucessão presidencial confirma o eleitorado do Nordeste como o único obstáculo para adversários do PT em uma eventual disputa contra o ex-presidente Lula. No recorte por região, obtido pela coluna, 41% dos nordestinos disseram votar no petista, contra 11% de Jair Bolsonaro (PSC) e Marina Silva (Rede), 6% de Ciro Gomes e 4% do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB).

 Avesso
Por outro lado, o crescimento dos candidatos rivais do PT no Nordeste reduziria a potencialidade eleitoral de Lula, que aparece tecnicamente empatado no restante do país com o segundo colocado, Jair Bolsonaro. Lula tem a maior rejeição - 46% dos 2.002 eleitores ouvidos pela pesquisa - 20 pontos ou mais à frente de todos os outros candidatos.

"Eu quero colocar pastores, católicos. Se vier pai de santo, bota no partido", Pastor Isidório, deputado do PDT, ao Bahia Notícias, pregando o ecumenismo no Avante, partido para o qual deve migrar e presidir no estado.

Pílula
Chega mais  Derrotado na disputa pela reeleição de Salinas das Margaridas no ano passado, o ex-prefeito Jorge Antônio Castellucci Ferreira, o Jorginho (PSB), arranjou uma assessoria técnica no gabinete do secretário de Ciência e Tecnologia do Estado, Vivaldo Mendonça, também do PSB.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas