Sem Vico e Alisson Farias, ataque do Vitória passará por prova de fogo

e.c. vitória
13.08.2020, 05:00:00
Contundido na coxa, Vico está fora do jogo contra a Ponte Preta (Letícia Martins / ECVitória)

Sem Vico e Alisson Farias, ataque do Vitória passará por prova de fogo

Juntos, atacantes são responsáveis por 28,6% dos gols marcados pelo time no ano

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O prejuízo é grande, assim como a dor de cabeça do técnico Bruno Pivetti. De uma só vez, o Vitória perdeu dois titulares de grande importância para o time. Contundidos, os atacantes Alisson Farias e Vico são desfalques diante da Ponte Preta, sexta-feira (14), às 20h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

A partida, válida pela terceira rodada da Série B, marca o segundo jogo da equipe baiana fora de casa no torneio. Invicto após vencer o Sampaio Corrêa e empatar com o Figueirense, o Leão soma quatro pontos e aparece na quinta colocação, com a mesma pontuação do vice-líder Operário-PR. 

Alisson e Vico se machucaram durante o 0x0 com o Figueirense, terça-feira (11), no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. O primeiro deixou o campo de maca, aos 31 minutos do primeiro tempo, após contundir a coxa esquerda. Mateusinho o substituiu. Vico saiu aos 18 minutos da etapa final com dor na coxa direita. Felipe Garcia entrou no lugar.

A tendência é que os mesmos jogadores fiquem com as vagas de titulares contra a Ponte Preta. Para amenizar a baixa na lista de relacionados, Eron foi convocado por Bruno Pivetti e viajou para se juntar à delegação. Ele é o vice-artilheiro do Vitória na temporada, com quatro gols. 

O artilheiro não estará em campo. É Alisson Farias, que balançou a rede cinco vezes. Atacante habilidoso e técnico, vinha sendo o mais eficiente do setor ofensivo do Leão após a retomada das competições. Foram dele os dois tentos do empate com o Doce Mel na última rodada da fase classificatória do Campeonato Baiano, mesmo tendo jogado quase 90 minutos no dia anterior, contra o Ceará, pelas quartas de final da Copa do Nordeste. 

Apesar de não ter mostrado o seu melhor futebol no recomeço dos torneios, inclusive por ter precisado se afastar para retirar um furúnculo do joelho, Vico foi um dos destaques no primeiro trimestre, quando marcou três gols, e também é peça fundamental no esquema tático. Juntos, os dois atacantes são responsáveis por 28,6% dos gols marcados pelo time no ano. 

Essa será a primeira vez na temporada que o Vitória jogará desfalcado dos dois atacantes. Tanto Vico como Alisson Farias já foram baixas em outros momentos do ano, por suspensão ou contusão, mas nunca os dois juntos.

Eles retornaram de Florianópolis para Salvador na quarta-feira, serão reavaliados pelos médicos na Toca do Leão e iniciarão tratamento de fisioterapia. O clube não informou a gravidade das contusões, nem o tempo de recuperação.  

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas