Sérgio Camargo diz que vai processar Martinho da Vila por racismo

em alta
18.08.2021, 17:26:00
(Reprodução)

Sérgio Camargo diz que vai processar Martinho da Vila por racismo

O cantor chamou o presidente da Fundação Palmares de “preto de alma branca”

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, afirmou em suas redes sociais que irá processar o cantor Martinho da Vila por danos morais, após declarações feitas pelo sambista durante entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, na última segunda (16).

Ao ser questionado sobre como via os rumos da fundação", Martinho não poupou críticas. “(A fundação) agora é comandada por Camargo, bolsonarista radical. Ele é um preto de alma branca, como se diz. No duro, ele gostaria de ser branco. Ele acha que ele é branco. Ele se sente branco. E ‘tem que acabar com essas coisas todas de preto’”, disse o cantor.

Camargo afirma que Martinho feriu sua honra e fez uma série de publicações em sua conta no Twitter revelando o motivador da ação judicial que planeja mover.

“A ação cível deve ser protocolada nesta quarta-feira, 18. Ainda nesta semana, ingressarei também com ação criminal contra o cantor pelo crime de racismo”, disse ele, em um dos posts.

“Não sou ‘preto de alma branca’; sou uma pessoa que não dá a menor importância à cor da pele de quem quer que seja. Somente valores e caráter importam! Que a Justiça o leve a respeitar o que faço e amadurecer como ser humano”, justificou em outro.

Ele ainda revela que não se importa com o desfecho da ação e planeja gerar apenas um “efeito pedagógico”. Camargo também direcionou críticas aos “pretos de esquerda” que “usam a cor da pele como escudo para cometer delitos raciais impunemente. Isso precisa acabar. A lei deve valer para todos”, afirmou.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas