Shopping gastronômico no Centro Histórico deve ficar pronto em 2022

ronaldo jacobina
15.01.2020, 12:21:46
Atualizado: 15.01.2020, 13:45:30

Shopping gastronômico no Centro Histórico deve ficar pronto em 2022


Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Esta semana, uma matéria publicada na coluna do dia 18.8.2018, cujo título era 'Centro Histórico vai Ganhar Shopping Gastronômico com Oito Restaurantes', voltou a circular com força nas redes sociais e nos grupos de mensagens como se fosse atual. Diante da quantidade de compartilhamentos, decidimos procurar o empresário Antônio Mazzafera, responsável pelo empreendimento, para saber como anda o projeto que, lá em 2018, ele afirmou que a previsão de conclusão era de dois anos, ou seja, deveria estar ficando pronto este ano. Segundo Mazzafera, o Palacete do Tira Chapéu, construído em 1914, continua em obras. “Por tratar-se de um prédio histórico, tombado pelo patrimônio, o processo de restauro tem um ritmo mais lento, tudo tem que ser feito com muito cuidado, em função da delicadeza da arquitetura, mas as obras continuam acontecendo internamente”, diz.

Segundo o empresário, a primeira fase da obra, que consiste na recuperação da estrutura interna e nos detalhes decorativos, já foi concluída. “Como esta fase acontece no interior do imóvel, as pessoas não percebem, mas estamos trabalhando normalmente e, logo, passaremos para a segunda fase que consiste no reforço estrutural do imóvel, na recuperação da fachada, do telhado etc”, conta. 

O empresário afirma que o projeto já está com todas as licenças em dia e acredita que este ano, deverá sair o financiamento, já que toda a primeira fase foi feita com recursos próprios. “O projeto contará com oito restaurantes, e está caminhando no ritmo normal de recuperação de um equipamento histórico. Acreditamos que teremos um impulso este ano e a previsão é de que fique pronto entre os próximos 18 meses a dois anos”, diz.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas