Slam Pandemia Poética apresenta resultado da curadoria de poetas

correio afro
09.02.2022, 16:45:00
(Foto: Tamires Almeida/Divulgação)

Slam Pandemia Poética apresenta resultado da curadoria de poetas

Artistas como Vírus, Sued Hosaná, Sued e Kali Oliveira participam da cerimônia

Na 3ª edição do Pandemia Poética, slam de poesia para mulheres e pessoas LGBTs que movimentou a internet no início da quarentena, foram 15 poetas inscritas/os de 8 cidades da Bahia. Neste sábado, público e poetas vão conhecer as 12 selecionadas para a competição, que vai premiar de R$500,00, R$300,00 e R$200,00, quem chegar na final. 

A live que será exibida pelo instagram @slampandemiapoetica com apresentação da Mestre de Cerimônias, Ludmila Singa e bate-papo com os curadores desta edição acontece às 19h. A competição começa 14 de Fevereiro e às performances poéticas serão disponibilizadas através do canal no youtube Selo Nsabas, para o público assistir e votar. Junto ao público, às juradas técnicas Nina Maria e Kuma França se unem a curadoria e decidem quem continua nas próximas fases.

Escritora e slammaster do evento, Má Reputação afirma que quer fincar a bandeira da cultura de batalhas de poesias no cenário literário da Bahia e que essas iniciativas são importantes para trazer autoestima e reconhecimento a artistas que são frequentemente marginalizados nesse tipo de ambiente.

"O nosso alcance e continuidade é mais uma prova de que este é segmento com grande potencial”, disse Má Reputação.

A partir do dia 14 de Fevereiro às performances poéticas serão disponibilizadas através do canal no youtube Selo Nsabas, para o público assistir e votar. A cada etapa uma live no Instagram será realizada para divulgar a classificação, além de receber o júri para um bate-papo sobre suas trajetórias e perspectivas da literatura baiana.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas