Suspeito de mandar matar dona de casa noturna em Jequié é preso

bahia
15.10.2020, 10:15:58
Atualizado: 15.10.2020, 10:59:36
(Reprodução)

Suspeito de mandar matar dona de casa noturna em Jequié é preso

Vídeo mostra homens invadindo local e desespero de pessoas para fugir

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O suspeito de ser o mandante da morte de Girlane de Jesus dentro de uma casa noturna em Jequié, no sudoeste baiano, foi preso nesta quarta-feira (14) na cidade. O nome dele não foi divulgado, mas segundo a polícia ele tem envolvimento com tráfico de drogas e mais 11 homicídios na região. Girlene, que era dona da boate, foi morta a tiros em junho desse ano por dois homens armados.

A boate Paraíso das Pimentas fica às margens da rodovia Barragem de Pedras. Imagens do local mostraram a chegada de dois homens em uma moto. Eles descem e, de capacete, invadem o local e fazem vários disparos. Um homem que estava no local chega a pular na piscina para fugir dos tiros. Outros saem correndo. Helio Freire Rabelo, 27 anos, também foi baleado, ficou gravemente ferido e foi socorrido para o Hospital Geral Prado Valadares. 

Baleada na cabeça, Girlene não resistiu e morreu no local. Os criminosos fugiram em seguida. A polícia acredita que a ação teve como motivação vingança pela morte de dois homens que foram baleados saindo da boate em 31 de maio, em ação da Polícia Militar. Isso teria levantado a suspeita que Girlene seria informante da PM.

Os dois acusados de executar o crime já foram identificados, mas ainda não foram presos.

(Foto: Reprodução)


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas