Teste rápido para zika, dengue e chikungunya é realizado no Pau Miúdo

salvador
02.08.2021, 15:20:00
(Divulgação)

Teste rápido para zika, dengue e chikungunya é realizado no Pau Miúdo

Interessados devem buscar o 16º Centro de Saúde do bairro

A prefeitura anunciou a aplicação de testes rápidos para o diagnóstico de dengue, zika e chikungunya no bairro do Pau Miúdo. Os exames são realizados em pessoas que dão entrada na unidade apresentando sinais como: febre, dores nas articulações ou na parte de trás dos olhos.

Quem estiver com alguma dessas queixas, deve buscar o setor de urgência e emergência do 16º Centro de Saúde Maria Conceição Imbassahy para realizar o teste rápido que promete emitir o resultado em até 30 minutos.

Em caso de resultado positivo para um dos casos, o paciente inicia o tratamento e, se necessário, é encaminhado para internação. Além do diagnóstico rápido, a iniciativa auxilia na triagem de pacientes com suspeita da covid-19, já que os sintomas são semelhantes.

De acordo com Zorilmar Teixeira, administradora do 16º Centro de Saúde, toda equipe assistencial da unidade passou por uma capacitação para realizar os testes rápidos.

“É uma implementação importante para assegurar agilidade e eficácia na assistência aos pacientes com arboviroses. O exame possibilita o encaminhamento rápido desses indivíduos ao tratamento e, nesse momento pandêmico, ajuda as equipes de saúde na triagem dos pacientes com suspeita de Covid-19”, destacou.

A unidade de urgência e emergência do 16º Centro de Saúde Maria Conceição Imbassahy está aberta 24h por dia, em todos os dias da semana – inclusive finais de semana e feriados. Os atendimentos acontecem por classificação de risco, ou seja, os pacientes com quadro clínico mais grave têm prioridade no acolhimento.  

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas