'Torcedor do Vitória merecia mais', lamenta Jean sobre eliminação

e.c. vitória
26.07.2020, 18:35:00
Atualizado: 26.07.2020, 19:08:53
Jean comentou sobre a queda do Vitória no Baianão (Foto: Tiago Caldas/CORREIO)

'Torcedor do Vitória merecia mais', lamenta Jean sobre eliminação

Capitão rubro-negro falou sobre empate de 2x2 com Doce Mel

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Vitória amargurou duas eliminações em 24 horas. Após cair, nas quartas de final, da Copa do Nordeste, no sábado (25), o Leão empatou em 2x2 com o Doce Mel neste domingo (26), no Joia da Princesa, em Feira de Santana, e deu adeus também ao Baianão. Capitão do time, o zagueiro Jean lamentou a situação.

"Difícil falar depois de uma eliminação. Torcedor do Vitória merecia mais, até o clube e a diretoria mereciam mais pelo esforço que eles vêm fazendo no extracampo. É ter humildade para saber que não estamos no caminho errado, mas precisamos amadurecer algumas coisas, melhorar algumas coisas", falou.

Jean afirmou que o rubro-negro estava preparado para um jogo de contra-ataque por parte do Doce Mel. Mas, precisando sair com uma conquista para ter uma chance de se manter vivo na competição, o Leão acabou se esquecendo da tática.

"Sabíamos que eles viriam no jogo em busca de contra-ataque. E, infelizmente, talvez pelo excesso de querer fazer, de querer conquistar o resultado logo, a gente expôs demais a equipe ao contra-ataque e tomamos dois gols em uma infelicidade, em um erro até meu no primeiro gol. Enfim, não quer dizer que está tudo errado, não quer dizer que a gente entregou, jogou a toalha. Quer dizer que a gente entendeu que precisa trabalhar mais ainda para a Série B", disse.

Para o zagueiro, a competição nacional será o foco agora. O Vitória estreia no dia 8 de agosto, às 19h, contra o Sampaio Corrêa, no Barradão.

"A Série B nós sabemos que é um nível muito maior, muito mais exigente, assim como o jogo de ontem [pelo Nordestão], que foi muito exigente. (...) Não adianta fazer discurso de alguma coisa, falar alguma coisa, se o resultado não vier. Agora, cabe, nesses 15 dias, trabalhar, começar a parar de falar e resolver dentro de campo", comentou Jean.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas