Trade turístico prevê até 100% de ocupação hoteleira durante Carnaval

salvador
11.02.2020, 06:00:00
Atualizado: 13.02.2020, 13:54:12
São esperados cerca de 824 mil visitantes na cidade durante o período de seis dias de festa (Foto: Bruno Concha/Secom)

Trade turístico prevê até 100% de ocupação hoteleira durante Carnaval

Além de estrangeiros, turistas do interior da Bahia e de estados como SP, RJ, PE e MG deverão desembarcar na capital baiana durante a folia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Entidades ligadas ao setor turístico baiano esperam que Salvador tenha taxa de 95% a 100% de ocupação durante o Carnaval, que acontece oficialmente entre os dias 20 e 25 de fevereiro. A expectativa é da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação (FeBHA) e da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia (Abih-BA), que espera ocupação completa nos dias de pico da festa.

“A procura por hospedagens tem sido grande. Muitos hotéis já estão com lotação máxima e essa busca deve crescer ainda mais a partir da próxima semana. A estimativa é que em um ou dois dias de festa a cidade alcance 100% de ocupação hoteleira”, afirma o presidente da Abih-BA, Luciano Lopes.

De acordo com dados da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), o Carnaval deve atrair 854 mil visitantes. O quantitativo é 6,7% maior do que o registrado no mesmo período em 2019. Dos turistas que vão chegar, 435,8 mil são do interior da Bahia e 331,5 mil de outros estados, com destaque para São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco, Minas Gerais e Distrito Federal.

Também desembarcarão na capital baiana 86,2 mil estrangeiros, oriundos principalmente da Argentina, França, Estados Unidos, Alemanha, Espanha e Inglaterra.

De acordo com a Prefeitura de Salvador, a movimentação econômica deve girar em torno de R$1,8 bilhão, decorrente dos gastos com a própria hospedagem, bebidas, alimentação, transporte, abadás, camarotes, roupas e acessórios. No total, o Carnaval 2020 vai gerar 215 mil postos de trabalho temporários. Serão oportunidades em até 40 áreas de atuação em mais de 50 setores da economia.

A administração prevê que, somente na montagem, desmontagem e operação de estruturas para a folia, a exemplo dos camarotes, serão 20 mil vagas. No ramo artístico, ligado à indústria do espetáculo, serão 10 mil vagas e, na hotelaria, 1,7 mil. No setor público, a prefeitura espera ter 10 mil colaboradores atuando na organização da festa.

O CORREIO Folia tem o patrocínio do Hapvida, Sotero Ambiental e apoio do Salvador Bahia Airports e Claro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas