Trânsito na Avenida ACM terá alterações a partir desta segunda-feira (29)

salvador
26.07.2019, 16:00:00
(Arquivo CORREIO)

Trânsito na Avenida ACM terá alterações a partir desta segunda-feira (29)

Trechos serão interditados entre 23h e 4h, de segunda a sexta

O trânsito na Avenida Antônio Carlos Magalhães (ACM) sofrerá alterações por causa das obras do BRT. De acordo com a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), as intervenções acontecem na área do Itaigara, entre segunda (29) e 14 de agosto. Neste período, serão instaladas as vigas de concreto dos viadutos em construção.

As mudanças ocorrerão apenas entre os horários de 23h e 4h, de segunda a sexta-feira, para evitar maiores transtornos no local. Na ocasião, o tráfego de veículos será interditado no acesso da Avenida Juracy Magalhães à entrada do Itaigara pela ACM.

No sentido oposto, para quem segue em direção ao Shopping da Bahia, o tráfego será interditado nas imediações do Shopping Paseo. “Como nestes horários a circulação de veículos é menor, as alterações temporárias não deverão causar maiores transtornos para quem precisar circular por este local”, explica Fabrizzio Muller, superintendente da Transalvador. Nos finais de semana, não haverá nenhuma alteração.

Os veículos impedidos de trafegar no trecho interditado têm como opção, no sentido Itaigara, acessar as ruas Wanderley Pinho, ao lado do Hiper Posto, e então a Anísio Teixeira, saindo ao lado do Shopping Itaigara. Já quem deseja seguir para a Avenida ACM no sentido Shopping da Bahia poderá utilizar as ruas Anísio Teixeira, Wanderley Pinho e então a Avenida Paulo VI, saindo ao lado do Empresarial Thomé de Souza.

Esta é a primeira etapa de intervenções que serão realizadas na região - as obras só devem ter fim em dezembro deste ano.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas