Trânsito na região do Centro Histórico será alterado por 30 dias

salvador
26.11.2018, 10:29:56
Atualizado: 26.11.2018, 10:37:31
(Foto: Divulgação)

Trânsito na região do Centro Histórico será alterado por 30 dias

As alterações foram solicitadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Começou no último sábado (24) e deve durar por pelo menos mais 30 dias as mudanças no tráfego de veículos nas  imediações da Praça Municipal na região do Centro Histórico de Salvador.

De acordo com a Prefeitura de Salvador o tráfego de veículos no trecho da Rua Chile em frente à Câmara Municipal está totalmente interditado, e, por conta disso, o fluxo nesta via e na da Ajuda precisou ser invertido para garantir maior fluidez na região. Agentes da Transalvador estão no local monitorando e auxiliando os motoristas neste primeiro dia útil das alterações. 

Os condutores que precisarem seguir da Praça Castro Alves em direção à Praça da Sé, deverão acessar a Rua da Ajuda, à direita, e seguir direto pela Rua José Gonçalves. O retorno é feito pela Rua da Misericórdia e Ladeira da Praça.

No sentido oposto, o condutor tem como opção entrar na Rua do Saldanha, subir pela rua do Tira Chapéu até a Rua Chile, seguindo em direção à Praça Castro Alves. Quem desejar seguir para a Rua Carlos Gomes tem também como opção acessar a Rua da Bandeira e subir a Ladeira da Montanha.

As alterações foram solicitadas pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), que está realizando intervenções na região. As mudanças devem durar em torno de 30 dias, segundo a prefeitura. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas