Tremor de 4,8 graus atinge o sul da Itália

mundo
26.12.2018, 09:08:56
Atualizado: 26.12.2018, 09:12:58
(Divulgação)

Tremor de 4,8 graus atinge o sul da Itália

Mais ativo vulcão da região entrou em erupção na véspera do Natal

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um tremor de magnitude 4,8 na escala Richter atingiu, na noite desta terça-feira (25), áreas próximas ao Vulcão Etna, na Sicília. Há informações de feridos e danos em construções antigas, como a fachada de uma igreja tradicional.

O mais ativo vulcão da região entrou em erupção na véspera do Natal. De acordo com o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia de Itália, o tremor ocorreu às 3h19 (2h19 em Lisboa), a apenas um quilómetro de profundidade. A imprensa italiana cita pelo menos dez feridos. O epicentro foi localizado entre as cidades de Viagrande, Trecastagni Aci Bonnacorsi.

A região de Catânia, na costa leste da Sicília, já sacudida por centenas de pequenos tremores. O abalo da madrugada dessa quarta-feira foi, até o momento, o mais intenso, e a terra continuou a tremer durante várias horas, com o registro de 11 sismos de menor magnitude. Anteontem (24), o aeroporto da região chegou a ser fechado por algumas horas.

Após o tremor de terra, como medida de precaução, as autoridades de Catânia decidiram fechar a autoestrada costeira. O aeroporto local, situado próximo ao vulcão, permanecia operando normalmente hoje.

Esta é a mais expressiva erupção do Etna na última década. A nuvem de cinzas expelida pelo vulcão, que chega a 3.300 metros, levou, na segunda-feira (24), ao fechamento de grande parte do espaço aéreo em volta da cratera.

*Com informações da RTP, emissora pública de televisão de Portugal

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas