Trump pede que manifestantes não sejam violentos na posse de Biden

mundo
13.01.2021, 17:57:00
Atualizado: 13.01.2021, 17:57:40
(AFP)

Trump pede que manifestantes não sejam violentos na posse de Biden

Cerimônia de posse do novo presidente acontecerá na próxima quarta-feira (20)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, emitiu um comunicado através da Casa Branca nesta quarta-feira (13) pedindo para que seus apoiadores não usem de violência e vandalismo durante a posse de Joe Biden, que acontecerá na próxima quarta-feira (20) em Washington (EUA).

“Em face dos relatos de mais manifestações, insisto que não deve haver violência, violação da lei e vandalismo de qualquer tipo. Não é isso que eu defendo e não é o que os Estados Unidos representam. Apelo a todos os americanos para ajudar a aliviar as tensões e acalmar os ânimos. Obrigado”, escreveu Trump.

Por ter sido banido de redes sociais como Twitter, Facebook e Instagram por incitação à violência, o comunicado de Trump não pôde ser publicado nestas redes sociais, sendo replicado de maneira totalmente institucional.

Na última semana, diversos apoiadores do presidente americano invadiram o Capitólio, espaço onde se localizam a Câmara e o Senado americano, durante a diplomação de Joe Biden. Um grande número de pessoas acabaram feridos, e uma mulher faleceu após ser baleada. Além das vítimas, um cenário de destruição tomou conta do local. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas