Tudo o que você precisa saber sobre a assembleia dos PMs

salvador
11.09.2019, 11:42:41
Atualizado: 11.09.2019, 11:51:41

Tudo o que você precisa saber sobre a assembleia dos PMs

Reunião da categoria acontece nesta quarta-feira (11)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os policiais militares da Bahia vão realizar uma assembleia para discutir as pautas de reivindicações da categoria, na tarde desta quarta-feira (11). Entenda tudo sobre a assembleia:

Quantos policiais vão participar?
A expectativa é de que cerca de 5 mil militares participem do encontro. Atualmente, a corporação tem cerca de 32 mil policiais. 

Que horas vai ser assembleia?
O encontro vai acontecer na sede do Clube Adelba, atrás do Shopping Paralela, a partir das 15h. 

Os PMs querem aumento de salário?
“O que estamos discutindo não é aumento de salário para os policiais militares, mas o cumprimento de um acordo que foi firmado pelo governo do estado, em 2014, e que até hoje não foi cumprido”, explica o coordenador regional da Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra), Augusto Júnior 

Quais as principais reivindicações?
Melhorias do Planserv; Cumprimento do acordo de 2014; Solução para os problemas do novo sistema RH; Reforma do Estatuto; Código de Ética; Periculosidade; Auxílio Alimentação; Reajuste da CET; Plano de Carreira; Cumprimento de ordem judicial e  Isenção de ICMS para Aquisição de Arma de Fogo para PMs e BMs.

Como está a negociação?
Na segunda-feira (9), representantes da Aspra estiveram no Ministério Público Federal (MPF), no Ministério Público da Bahia (MP-BA), e no Tribunal de Justiça da Bahia (T-BA) para pedir a intermediação desses órgãos na negociação da categoria com o governo do estado. Os policiais afirmaram que encaminharam dois ofícios nos últimos dois meses pedindo uma reunião com o governo, mas que não tiveram resposta.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas