Ubatuba terá taxa de preservação ambiental

turismo
06.02.2018, 06:27:00
Ubatuba tem hoje 105 quilômetros de extensão, com 80% de seu território inserido em área de preservação ambiental, além de contar com 102 praias (Divulgação)
Estúdio Correio -

Ubatuba terá taxa de preservação ambiental

O valor será cobrado por todos os veículos que passarem pelo município através das rodovias Oswaldo Cruz e Rio-Santos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Ubatuba, uma das cidades mais visitadas no litoral de São Paulo, terá, a partir de 2018, uma Taxa de Proteção Ambiental (TPA), que será cobrada de todos os turistas que passarem pela cidade.

Um dos principais motivos para a implantação da taxa são as degradações causadas pelos visitantes. Ubatuba tem hoje 105 quilômetros de extensão, com 80% de seu território inserido em área de preservação ambiental, além de contar com 102 praias.

O valor será cobrado por todos os veículos que passarem pelo município através das rodovias Oswaldo Cruz e Rio-Santos, que liga o litoral paulista ao Rio de Janeiro. O preço da taxa será cobrado de acordo com o perfil do veículo, variando entre 3 e 70 reais. Quem não pagar será multado em 200 reais. O mesmo vale para turista com carro hospedado em um hotel em Ubatuba.

Os moradores, bem como os veículos com placas das cidades que compõe o Litoral Norte de São Paulo (Caraguatatuba, São Sebastião e Ilhabela), estarão isentos da cobrança. Além disso, também não haverá a cobrança para quem efetivamente trabalhe na cidade.

O turista que deseja se hospedar um hotel barato na cidade nos próximos meses deve se informar sobre a cobrança da taxa e onde deve ser paga.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas