Vacinação antirrábica para cães e gatos terá sistema drive-thru em Salvador

salvador
14.08.2020, 14:26:53
(Foto: Secom PMS)

Vacinação antirrábica para cães e gatos terá sistema drive-thru em Salvador

Sistema vai começar a partir de 28 de agosto, na Arena Fonte Nova e em Periperi, sempre às sextas, sábados e domingos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A vacinação antirrábica para gães e catos em Salvador, que começa na próxima segunda-feira (17), também vai contar com sistema de drive-thru para imunização. Segundo a prefeitura, além dos 92 postos espalhados pela cidade, a vacina será aplciada também de forma volante em alguns pontos, que serão percorridos pelos agentes de endemais. Nos postos, a ação será realizada das 8h às 14h.

A cidade é pioneira na adoção de um sistema de drive-thru para vacinação de animais no país. Enquanto a vacinação nos posos comça já na segunda, a opção de vacinar os pets sem precisar sair do carro vai começar a valer no dia 28 de agosto, sempre às sextas, sábados e domingos, das 9h às 16h, em dois pontos fixos: na Arena Fonte Nova e Praça do Sol, em Periperi.

“Assim como aconteceu na campanha contra influenza para humanos, seremos a primeira capital do país a adotar a imunização de animais no sistema drive-thru. Esse serviço funcionará em quatro finais de semana para facilitar o acesso às doses por pessoas que trabalham durante os dias úteis. Aliado a isso, teremos outros 92 postos de saúde que oferecerão a vacina durante toda a semana”, destacou Leo Prates, secretário municipal da Saúde.

De acordo com o Centro de Controle de Zoonoses, cerca de 180 mil animais devem ser imunizados na estratégia. Para evitar a disseminação da covid-19, o uso da máscara pelos tutores que levarem os bichos para imunização será obrigatória. Devem ser imunizados animais a partir dos três meses de idade, exceto os que estiverem doentes. O último caso de raiva humana em Salvador foi registrado em 2004.

“A vacinação é a principal medida de prevenção da raiva, que é uma zoonose com quase 100% de letalidade. Por isso, é importante que a população procure os postos. Nos últimos anos, Salvador registrou casos confirmados de raiva em morcegos. Com isso, os cães e gatos de estimação ficam vulneráveis ao contato”, explicou Danielle Dantas, veterinária do CCZ.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas