Vacinação de crianças começa ainda em janeiro

entrelinhas
08.01.2022, 05:00:00

Vacinação de crianças começa ainda em janeiro

Notícias que marcaram a semana

O governo federal decidiu, na última quarta-feira (5), que as crianças de 5 a 11 anos poderão iniciar a vacinação contra a covid ainda neste mês de janeiro.  O intervalo da aplicação das duas doses pediátricas será de 8 semanas. No comunicado divulgado à imprensa, a pasta não fixou uma data específica para o início da vacinação, que será feita por faixa etária, de forma decrescente, com prioridade para crianças com comorbidades ou deficiências permanentes.

A decisão  de vacinar crianças ocorre em meio à resistência do presidente da República, Jair Bolsonaro, e de seus aliados à imunização desta faixa etária. Antes de liberar a vacinação, o ministério criou mecanismos que postergaram a decisão sobre a aplicação dos imunizantes, com a criação de consulta e audiência pública sobre o tema, que já havia sido autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em 16 de dezembro e chancelado por especialistas e pela experiência internacional. 
A Sociedade Brasileira de Pediatria divulgou nota apoiando a vacinação e dizendo que as pessoas devem temer a doença e não a vacina.

A decisão do Ministério da Saúde aconteceu um dia após a audiência pública sobre a vacinação de crianças contra a covid-19, que ocorreu na última terça-feira (4) e durou cerca de quatro horas e meia. Nela, a pasta ouviu representantes de entidades científicas e defensores da vacina pediátrica, além de médicos contrários que já espalharam informações falsas sobre a doença.

Na antevéspera do Natal, o ministro da saúde, Marcelo Queiroga, havia afirmado que o governo vacinaria as crianças apenas mediante prescrição médica, o que gerou críticas de especialistas, pois não houve a mesma exigência para outras faixas etárias. A medida foi considerada na ocasião uma forma de dificultar a imunização.

No entanto, segundo a secretaria-extraordinária de Enfrentamento à Covid do Ministério da Saúde, Rosana Leite de Melo, a maioria dos participantes da consulta pública sobre vacinação infantil se posicionou contra a exigência de prescrição médica para imunização de crianças contra a covid.

Com cruzeiros suspensos, Salvador irá receber menos turistas
A explosão de casos de covid não se reduziu à terra firme. Com surtos de covid em ao menos cinco navios de cruzeiro, as operadoras de turismo resolveram antecipar uma decisão que fatalmente viria e  suspenderam suas operações no país até o dia 21 deste mês. Com isso, mais de 46 mil turistas que passariam por Salvador, em dez viagens, tiveram os planos interrompidos, segundo dados da Companhia das Docas da Bahia (Codeba). 

A ação teve caráter voluntário porque a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou, e não determinou, o término da temporada de cruzeiros, quando 800 casos de covid-19 foram identificados em apenas nove dias. Antes que os navios voltassem a operar na costa brasileira, a Anvisa determinou que um protocolo sanitário fosse seguido.

Danos por tabela
Além dos danos materiais e humanos, a chuva torrencial que caiu na Bahia em dezembro provocou problemas por tabela. Elas fizeram os preços das frutas, verduras e hortaliças aumentarem em todo o estado. Por conta das perdas dos produtos nas lavouras, o consumidor, por exemplo, já paga quase R$ 10 no quilo do tomate.  De dezembro para janeiro, a fruta passou de R$ 8,98 – aumento de 10% nos mercados de Salvador.  
O chefe de gabinete da Secretaria de Desenvolvimento Rural da Bahia (SDR), Jeandro Ribeiro, mencionou estragos na região de Jaguaquara, Poções e no Vale do Jiquiriçá, principalmente, na zona rural. Alguns pecuaristas também sofreram perdas de pastagens.

Adeus, Uber Aats
A Uber anunciou na quinta-feira (6) que vai encerrar as operações de entrega de comida de restaurantes a partir de 7 de março. A empresa cita uma "mudança de estratégia" e deve focar apenas na entrega de supermercados e similares no serviço.

IPTU pesado
Na quinta-feira (6), os contribuintes de Salvador começaram a receber o carnê com as cobranças do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU) e da Taxa de Coleta, Remoção e Destinação de Resíduos Sólidos Domiciliares (TRSD), que este ano tiveram reajuste de 10,74% e 50%, respectivamente. A data de vencimento começa a partir de 1º de fevereiro e segue até 28 do mesmo mês, de acordo com cada caso. 

***

'Está se desenhando uma nova onda de covid-19 em Salvador. Temos mais de 200 mil pessoas que não tomaram a segunda dose. E o que mais preocupa: mais de 400 mil pessoas que não tomaram a sua terceira dose' Léo Prates Secretário municipal de saúde

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas