Venda de ativos da Petrobrás pode gerar novas indústrias

farol econômico
13.09.2019, 05:01:00

Venda de ativos da Petrobrás pode gerar novas indústrias

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, acredita que a movimentação da empresa para a venda de diversos ativos, entre eles a Refinaria Landulpho Alves, a Fafen, além de poços de petróleo terrestres, vai ajudar o país a criar três novas indústrias no país: refino, produção em águas rasas e transporte de óleo e gás. Hoje, essas três áreas são praticamente monopolizadas pela estatal.

“Nós respondemos por 98% do refino no país”, exemplificou Castello Branco, durante palestra na Exposibram, realizada esta semana em Belo Horizonte (BH). Para ele, o processo de privatizações de parte dos ativos da Petrobras também vai permitir que a empresa se fortaleça no cumprimento de sua grande missão, que é produzir petróleo. Segundo ele, o programa de desinvestimentos já rendeu US$ 15,3 bilhões aos cofres da empresa. “A ideia é focar em fazer aquilo que nós fazemos de melhor, além de pagarmos nossas dívidas”, explicou.

Interessados
Durante uma audiência pública no Senado há aproximadamente um mês, o presidente da Petrobras informou que mais de 20 empresas já manifestaram interesse em comprar as quatro refinarias que foram postas à venda pela Petrobras, junto com os seus respectivos ativos logísticos. Na ocasião, ele não citou nomes dos interessados, mas desde que se começou a falar sobre a possibilidade de venda da Rlam, representantes dos trabalhadores da estatal na Bahia garantem que a grande interessada na unidade em São Francisco do Conde é a francesa Total. A conferir...

Leilões
A expectativa de Roberto Castello Branco para o leilão de cessão onerosa do pré-sal, em 6 de novembro, é pela maior disputa do tipo já registrada na história do Brasil. A expectativa é de um prêmio em torno de R$ 106 bilhões. “A partir de 2020, isso vai gerar uma série de investimentos que vão beneficiar a União, estados e municípios”, destaca. Para Castello Branco, o mais importante, no entanto, é que o país volte a ter uma rotina de leilões.

Logística para todos
Não são apenas os novos projetos baianos na área mineral que anseiam por melhorias nas condições logísticas. A RHI Magnesita, que desde 1940 opera uma mina em Brumado, no Sudoeste da Bahia também deseja melhorias em suas condições para o escoamento da produção. “Ao mesmo em que a logística é um fator positivo para nós, porque a linha férrea passa em nossa porta, sofremos um pouco porque a estrutura precisa ser modernizada”, analisa o diretor de operações da RHI Magnesita, Pedro Leite. A linha em questão é a da VLI, que liga a região com o Porto de Aratu.
 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mesmo-com-prova-mantida-candidatos-temem-cancelamento-de-concurso-da-pm/
Professores propõem que os concurseiros não se deixem abater e continuem focados nas provas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/poliana-ex-esposa-de-victor-chaves-vive-reclusa-apos-separacao/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/atores-da-televisa-morrem-ao-cair-de-ponte-durante-ensaio-para-serie/
Vítimas faziam parte de elenco da série ‘Sin Miedo a la Verdad’
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/blecaute-em-morro-de-sao-paulo-deixa-turista-sem-banho-e-gera-prejuizo-no-comercio/
Balneário ficou 20 horas sem luz; concessionária cita 'defeito em equipamento'
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-que-e-uma-feijoada-inorganica/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/martnalia-volta-ao-tca-com-show-em-homenagem-a-vinicius-de-moraes/
Apresentação que aconteceria na Concha nesta sexta (17) foi transferida para a Sala Principal
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/bastidores-confira-historias-curiosas-que-os-reporteres-viveram-na-cobertura-do-bonfim/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/tomando-umas-e-sambando-o-bonfim-de-quem-usa-a-fe-como-desculpa-pra-comer-agua/
No lado B do cortejo, encontramos até infiéis e ateus que são devotos da bagaceira
Ler Mais