Violência por todos os lados da capital baiana

entrelinhas
21.05.2022, 16:00:00

Violência por todos os lados da capital baiana

Notícias que marcaram a semana

A semana foi novamente de violência para os soteropolitanos.  No sábado (15), o corpo da bancária Rita Maria Britto Fragoso e Silva, de 62, foi encontrado no apartamento dela no Itaigara. Rita Maria tinha ferimentos pelo corpo causados por um objeto perfurocortante, provavelmente uma faca, e um fio enrolado no pescoço. Alguns pertences da vítima não foram encontrados. O suspeito de matar a bancária foi preso na manhã des quinta-feira (19) pela Polícia Civil (PC), no Arraial do Retiro. Ele relatou que foi ao apartamento da vítima roubá-la porque estava devendo para um agiota.

Na segunda-feira, uma mulher foi morta e decapitada pelo companheiro no Vale das Pedrinhas na frente da filha adolescente do casal. Minutos depois, Wellington Ribeiro Luís foi executado por traficantes armados. A polícia investiga se é mais um caso ligado ao "tribunal do crime".

No mesmo dia, uma mulher grávida matou o marido a facadas em Tancredo Neves. Ela alegou  legítima defesa, depois de ser atacada por ele, e foi liberada após a audiência de custódia. 

A prática comprova os dados. A Bahia lidera o ranking de mortes violentas no Brasil nos três primeiros meses desse ano, segundo levantamento do Monitor da Violência, feito pelo portal g1. Foram 1.326 mortes no estado. Mesmo sem finalizar o primeiro semestre deste ano, a Bahia também já registra, em 2022, 407 casos a mais de violência contra crianças e adolescentes do que os seis primeiros meses de 2021, segundo o governo federal.

Yakecan traz ventos a mais de 150 km/h, neve e frio recorde para o BrasilA semana foi de bastante frio para regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A tempestade subtropical Yakecan mudou o clima das regiões, baixou as temperaturas em níveis recordes, trouxe ventos de mais de 150 km/h e causou pelo menos uma morte.

Na Serra Catarinense, diversas cidades, como Urupema, São Joaquim e Urubici, registraram neve a mais de um mês do início do inverno. Na cidade de São Paulo, os termômetros marcaram a mínima de 6,6°C segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura mais baixa para o mês de maio em 32 anos. Com 4,4°C  na quinta-feira (19), Belo Horizonte registrou um novo recorde de frio. Conforme o Inmet, é a menor temperatura registrada em 43 anos. Com mínima de 1,4°C no mesmo dia, o Distrito Federal registrou a temperatura mais fria da história. 

Em SC, rajadas de vento de cerca de 157 km/h derrubaram um caminhão que estava estacionado em um posto da Polícia Militar Rodoviária (PMRv).

Na terça (17), um pequeno barco com três pescadores naufragou no lago Guaíba por causa dos fortes ventos, causando a morte de um deles. Em São Paulo, um idoso também morreu na fila de um centro de convivência, mas a investigação ainda não apontou que a morte está diretamente ligada ao frio

Menos CLT
Segundo levantamento da LCA Consultores, a partir dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) do IBGE, o número de trabalhadores com carteira assinada no Brasil diminuiu em 2,8 milhões entre 2014 e 2022. "É um movimento de precarização do mercado de trabalho mesmo", resumiu Bruno Imaizumi, da LCA Consultores, um dos autores do levantamento, ao g1. Em 13 estados brasileiros existem mais beneficiários do Auxílio Brasil do que trabalhadores com carteira assinada. A Bahia ocupa o 2º lugar do ranking, logo atrás do Maranhão.

Enfim, na cadeia
Quase três anos depois do ator Rafael Miguel e dos pais serem assassinados, o acusado pelo crime, Paulo Cupertino Matias, foi preso. Ele foi detido na segunda-feira (15) em São Paulo.  O Ministério Público (MP) diz que o empresário assassinou Rafael e os pais por não aceitar o namoro do ator com a filha, Isabela Tibcherani, que tinha 18 anos na época do crime. Cupertino nega o crime apesar de ter sido filmado atirando contra o ator e seus pais.

Crime no rio
Quatro pessoas foram presas, no domingo (15), por envolvimento no assassinato do policial civil Renato Couto de Mendonça, no Rio de Janeiro. Entre os presos estão dois sargentos e um cabo da Marinha. De acordo com as investigações, o crime aconteceu após a vítima ter uma desavença com o dono de um ferro-velho, pai de um dos militares. Couto levou três tiros e foi jogado ainda com vida no Rio Guandu, em Japeri. O corpo dele foi encontrado no dia seguinte.

Casamento
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, 76, e a socióloga Rosângela Silva, a Janja, 55, se casaram na noite de quarta-feira (18), em São Paulo. Reservado a amigos e familiares mais próximos do casal, nem os convidados sabiam a localização exata do buffet, que só foi liberado na véspera do evento apenas para quem tinha o convite da festa.  Artistas como Chico Buarque e a esposa, Carol Proner; Gilberto Gil e Flora Gil; e Daniela Mercury e Malu Verçosa marcaram presença na festa.

Bombou no site do CORREIO (mais lidas da semana)

1 - Baleia gigante salta e cai sobre barco com turistas; vídeo - Grupo estava numa embarcação no porto de Topolobampo, na cidade de Ahome, no México, quando foi surpreendido pelo salto do animal. Felizmente, ninguém ficou ferido.    

2 - Sargento da PM, mulher e amante são presos por roubo de R$ 820 mil em joias e celulares - Os presos foram capturados nas cidades de Barreiras, Bom Jesus da Lapa e Santa Maria da Vitória, formavam uma organização criminosa. O PM é apontado como o líder da quadrilha.    

3 - Empresário desaparecido na Bonocô recebeu ameaça: 'Estou com a mão cheia de pólvora para você' - Empresário Fábio Carmel está sem dar notícias desde o dia 12 após seu carro quebrar na Avenida Bonocô.    

4 - Desde quando a Bahia é Nordeste - Coluna Baianidades, do jornalista João Gabriel Galdea, conta que a Bahia só entrou oficialmente para o Nordeste na década de 70.    

5 - Mulher entra em farmácia assaltada e, sem perceber, entrega receita a criminoso; assista - Ao entrar no estabelecimento, no bairro de Amaralina, ela não percebeu que uma ação criminosa estava acontecendo. O assalto aconteceu na noite de quarta-feira (11).    

'A maioria das pessoas que eu conheço, que usa maconha, são pessoas que trabalham todo dia. Tenho amigos que dizem: 'Eu fumo cigarro todo dia para dar uma relaxada' Ricardo Mandarino Secretário de Segurança Pública da Bahia, defendendo a descriminalização do uso de drogas como a maconha em vídeo que viralizou durante a semana

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas