Vitória da Conquista e Ilhéus voltarão a receber voos da Azul em agosto

bahia
07.07.2020, 16:47:00
Atualizado: 07.07.2020, 16:47:33
(Foto: Reprodução/Facebook)

Vitória da Conquista e Ilhéus voltarão a receber voos da Azul em agosto

Já Porto Seguro terá retorno de operações da empresa ainda em julho; Salvador ganhará mais um voo para Campinas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As cidades de Vitória da Conquista e Ilhéus vão voltar a receber voos da Azul em agosto. O plano da companhia aérea é operar, no mês, 303 voos diários, um crescimento de 290% no comparativo com a malha de abril. As passagens para os destinos já estão disponíveis em todos os canais oficiais da empresa.

O município de Vitória da Conquista terá voos diretos para Campinas, em São Paulo, a partir do dia 3 de agosto. As frequências serão às segundas, quartas, sextas e domingos. Já Ilhéus terá voos às terças, quintas, sextas e sábados para Belo Horizonte, em Minas Gerais, a partir do dia 18 do mesmo mês. Essas operações serão cumpridas com aeronaves modelo Embraer E1, com capacidade para até 118 clientes.

Localizada no litoral sul baiano, Porto Seguro voltará a receber voos da Azul, com ligações diretas para Belo Horizonte, ainda neste mês, a partir do dia 21. Já para Campinas será a partir do dia 25. A mesma cidade paulista, aliás, terá um terceiro voo diário ligando a Salvador, também em julho. Todos os novos voos seguirão os protocolos e medidas de higiene estabelecidos pela Azul desde o início da pandemia.

Os horários dos voos da Azul em Vitória da Conquista, Ilhéus e Porto Seguro
(Foto: Divulgação)

Em agosto, outras seis bases da Azul serão reabertas pelo Brasil, além de Vitória da Conquista e Ilhéus: Dourados (MS), Presidente Prudente (SP), Campina Grande (PB) e Governador Valadares (MG), no dia 3, Juiz de Fora (MG), dia 17, e Joinville (SC), no dia 18 de agosto. Com a retomada das oito cidades, a companhia passa a servir 80 destinos, entre capitais e cidades regionais em todo o país.

“Para o próximo mês, voltaremos a conectar importantes cidades do interior de estados brasileiros, reforçando a vocação regional da Azul e a nossa conectividade, que amplia as opções de voos e destinos para nossos clientes. Recompondo parte da oferta, nossa malha crescerá 290% em agosto em comparação com abril, nos permitindo atender as pessoas que precisam continuar se deslocando pelos mais diversos motivos. O transporte aéreo é fundamental para contribuir com a retomada da economia e servir um país de dimensões continentais como o Brasil”, afirmou Abhi Shah, vice-presidente de Receitas da Azul.

Principal centro de conexões da companhia aérea no Brasil, o Aeroporto de Viracopos, em Campinas, oferecerá aos clientes conexões da Azul para vários destinos domésticos e internacionais, como Rio, Belo Horizonte, Vitória, Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Manaus, Brasília, Goiânia, Fort Lauderdale (Estados Unidos) e Lisboa (Portugal). Em Belo Horizonte, as possibilidades de conexão contemplam cidades como Uberlândia, Montes Claros, Curitiba, Cuiabá, Guarulhos (SP) e Porto Velho.

Medidas de higiene
A limpeza das aeronaves foi reforçada pela Azul a cada voo e à noite, seguindo os protocolos sugeridos pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA). A companhia informa que adotou medidas que atendem todas as normas de procedimento de limpeza e desinfecção sugeridas pela Anvisa.

A Azul foi ainda a primeira do Brasil a tornar obrigatório o uso de máscaras por tripulantes e clientes, seja a bordo quanto em solo. A empresa também faz a medição da temperatura dos tripulantes a cada início de turno.

Outra iniciativa da companhia aérea para tentar impedir o avanço do novo coronavírus no Brasil é a tecnologia Tapete Azul, composta por um conjunto de projetores e monitores, que, por meio de realidade aumentada, indicam ao cliente o momento certo de embarcar. Projetores formam um tapete virtual colorido e móvel no chão, que convida o passageiro a se posicionar na fila de acordo com seu número de assento.

Segundo a Azul, a tecnologia tem proporcionado uma diminuição de cerca de 25% no tempo em que uma pessoa leva entre embarcar e sentar dentro do avião. Como os clientes que são convocados para o embarque ficam a quatro metros de distância entre si, o distanciamento social também é reforçado.

A cada novo voo, a empresa abastece os aviões com kits com luvas, álcool em gel e lenço umedecido. Os materiais estão à disposição para uso dos clientes e dos tripulantes.

Descontaminantes bactericidas também estão sendo utilizados pela companhia, que informa que o produto contém um princípio ativo que elimina o novo coronavírus em 99,99% dos casos. A limpeza é ainda dupla nos assentos, mesinhas, bolsão, banheiros, encosto de cabeça, cinto de segurança, janela, paredes e compartimentos superiores. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas