Vitória na Fonte Nova em 2019? Sim, mas só depois da Copa América

e.c. vitória
23.12.2018, 06:30:00
Média de público do Vitória é de 17 mil pessoas na Fonte Nova (Mauro Akin Nassor / CORREIO)

Vitória na Fonte Nova em 2019? Sim, mas só depois da Copa América

Diretoria do Leão reuniu-se com cúpula da arena e abriu negociações

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Vitória jogando na Fonte Nova em 2019? Vai ter. Apesar de algumas críticas, a ideia segue firme e forte em meio à diretoria rubro-negra. Mas, neste momento, o plano é levar as partidas para a arena só depois da realização da Copa América, que acontecerá no Brasil entre os dias 14 de junho e 7 de julho.

Ou seja, o Vitória já descartou a ideia, antes cogitada, de mandar todas as partidas na Fonte Nova ao longo da próxima temporada. Foi essa a única decisão tomada após a primeira reunião entre as cúpulas do Leão e da arena, durante a semana.

“Por conta da Copa América, a Fonte Nova será cedida à Conmebol no meio de maio. Apesar disso, o Brasileiro vai continuar correndo normalmente até junho. Ou seja, as equipes que usam as arenas do torneio terão que buscar outras praças para jogar neste período”, explica o presidente do Vitória, Ricardo David, em entrevista ao CORREIO.

“Se a gente começasse a jogar na arena desde o começo da Série B, em pouco tempo teríamos que voltar ao Barradão. Não faria sentido. Por isso, decidimos iniciar a relação a partir do fim da Copa América”, completa.

A Série B começa no dia 27 de abril e terá oito rodadas até a competição continental. Se a Fonte Nova for cedida no dia 14 de maio – um mês antes da Copa América –, cinco rodadas serão afetadas. A data oficial da concessão ainda não foi divulgada pela Conmebol.

David diz que a primeira conversa com a Fonte Nova foi proveitosa e que dará sequência à negociação: “Fomos bem recebidos pelo consórcio, que se colocou à disposição e interessado em sediar os jogos do Vitória”.

O presidente deu a entender que, a priori, o Leão não mandará lá todos os seus jogos do segundo semestre de 2019, e sim que negociará um pacote com alguns deles.

“Saímos da reunião com o calendário de eventos da arena em 2019. Obviamente, teremos que respeitar os contratos que já foram fechados pela Fonte Nova. Vamos analisar quais datas combinam com as nossas e depois retornar para, aí sim, iniciar a negociação”, conta o dirigente.

Ó Vitória mandou 17 jogos na Arena Fonte Nova desde abril de 2013, data da inauguração. O aproveitamento é de 62%, com nove triunfos, cinco empates e três derrotas.

O Leão passou mais de três anos invicto como mandante na arena. A primeira derrota veio só em outubro de 2016, para o Grêmio, por 1x0, pela Série A do Brasileiro.

A média de público do Leão na arena é de 17.630 pessoas por jogo. O melhor momento foi em 2015, quando mandou lá quatro jogos da Série B, com média de 25 mil pessoas.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas