Vitória pode arrecadar R$ 11,4 milhões se Palmeiras comprar Luan

e.c. vitória
21.03.2019, 13:51:02
Atualizado: 21.03.2019, 16:45:56
Luan tem 20 anos e foi revelado no Vitória (Arisson Marinho / CORREIO)

Vitória pode arrecadar R$ 11,4 milhões se Palmeiras comprar Luan

Leão ficaria com 37,5% dos direitos do atacante; entenda a negociação

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A maior joia atual das categorias de base do Vitória jogará no Palmeiras pelos próximos 14 meses. O empréstimo do atacante Luan até o final de maio de 2020 foi anunciado pelo rubro-negro na manhã desta quinta-feira (21).

Este é o período que o Verdão terá para decidir se contrata em definitivo o garoto, de apenas 20 anos. O clube paulista acertou uma opção de compra de 50% dos direitos do atacante pelo valor de 3,5 milhões de euros - em torno de R$ 15,2 milhões na cotação atual.

Segundo o empresário de Luan, Wilson Kraychete, o Vitória tem 75% dos direitos econômicos do garoto no atual contrato, válido até 2022. Os 25% restantes dos direitos pertencem aos seus agentes.

Em caso de compra por parte do Palmeiras, o clube alviverde depositará os 3,5 milhões de euros e o valor será dividido seguindo esta proporção entre o Vitória (75%) e os agentes (25%).

O Leão ficaria portanto com 2,625 milhões de euros, o que dá em torno de R$ 11,4 milhões na cotação atual. Os 875 mil euros restantes ficariam com os empresários, ou R$ 3,8 milhões na cotação atual.

No novo contrato, que seria assinado com o Palmeiras, o Verdão ficaria com 50% dos direitos econômicos. O Vitória, por sua vez, ficaria com 37,5%, e os empresários, com 12,5%.

Tem mais
Segundo Kraychete, a opção de compra milionária não é a única vantagem para o rubro-negro. O Palmeiras ainda quitou por conta própria uma dívida que o Vitória tinha com Luan e 'perdoou' uma dívida que o Leão tinha com o Verdão pelo empréstimo do lateral direito Lucas em 2018. "Dá em torno de R$ 300 mil de economia nessas duas dívidas", disse o agente.

O CORREIO apurou que a dívida com Luan era equivalente a dois meses de salários atrasados, no valor de R$ 120 mil. A dívida por conta de Lucas, portanto, girava em torno de R$ 180 mil.

Kraychete ainda lembrou que o Vitória deixará de pagar os salários e encargos trabalhistas de Luan, "economizando em torno de R$ 1 milhão até maio de 2020 com esse acordo", exemplificou.

Três jogadores
Por fim, o Palmeiras ainda cederá jogadores por empréstimo para que o Vitória reforce seu elenco visando a Série B. O alviverde bancará todos as despesas com salários destes atletas durante o período, diminuindo os custos do rubro-negro para a temporada.

Segundo apurou o CORREIO, serão três atletas, que serão negociados bilateralmente entre as diretorias do Palmeiras e do Vitória. Os nomes serão primeiramente colocados à disposição pelo Verdão, o que ainda não aconteceu, já que o alviverde ainda vai esperar o fim dos estaduais para que alguns profissionais retornem ao clube. A partir daí, o Leão terá que negociar com os jogadores.

Ainda pelo acordo o Vitória aumentou a taxa de vitrine de Matheus Rocha, lateral direito que está cedido por empréstimo pelo Palmeiras até o final do ano. Em caso de negociação do jogador pelo Verdão enquanto ele jogar no rubro-negro, o Leão receberá 20% do valor.

Recuperação
Vale lembrar que, de qualquer maneira, Luan não estava jogando pelo Leão. Ele rompeu o ligamento cruzado anterior (LCA) do joelho esquerdo em janeiro e passou por cirurgia. A previsão era de que ele voltasse a jogar de fato pelo rubro-negro somente em setembro, já na reta final da Série B.

A diretoria rubro-negra entende que, com a estrutura do Palmeiras à disposição, Luan pode ter uma melhor recuperação e iniciar 2020 com condições de disputar o Campeonato Paulista - o estadual mais valorizado do país.

No Verdão ele ainda trabalhará com um staff que o conhece bem. O técnico do sub-20 é Wesley Carvalho, ex-treinador de Luan na mesma categoria, só que no rubro-negro. O auxiliar do sub-20, Gilmey Aymberê, também é ex-Vitória. Por fim, o diretor da base alviverde é João Paulo Sampaio, que trabalhou na base do Leão por 23 anos, chegando ao cargo de coordenador.

"É um negócio muito bom para o Vitória. Luan certamente jogará no Palmeiras, porque na minha visão tem condições de jogar em qualquer time do mundo. Então o Palmeiras vai querer ficar com ele e o Vitória vai receber esse valor. Ainda manterá uma percentagem dos direitos do atleta para uma venda futura. E como a gente sabe, o Palmeiras é uma grande vitrine do futebol brasileiro e vende muito bem", disse Wilson Kraychete.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas