Vitória recebe Volta Redonda e tenta embalar sequência positiva na Série C

e.c. vitória
05.06.2022, 06:01:00
(Victor Ferreira/ECV)

Vitória recebe Volta Redonda e tenta embalar sequência positiva na Série C

Leão está a dois pontos do G8 e enfrenta o segundo pior visitante do campeonato

Embalado após dois triunfos consecutivos, o Vitória entra em campo neste domingo, às 16h, com o objetivo de entrar de vez na briga por uma vaga no G8 da Série C, zona que classifica para a fase seguinte, a de mata-mata. Pela frente, o Leão terá o Volta Redonda, que chega como o segundo pior visitante do campeonato, com três derrotas em três jogos disputados até então.

O técnico Fabiano Soares terá a chance de fazer mudanças em relação ao time que ganhou do Campinense, fora de casa, na rodada anterior. A começar pelo meia Eduardo, que cumpriu suspensão e deve retornar ao onze inicial.

A ideia, no entanto, é a mesma: sair do jogo com os três pontos. A vitória no Barradão, inclusive, é a única forma de o rubro-negro se posicionar entre os oito primeiros colocados. Para isso, além de vencer, é preciso que três entre os quatro clubes a seguir não vençam na rodada: Ferroviário, Manaus, Ypiranga-RS e Botafogo-SP. Dois desses resultados já aconteceram no sábado, quando o Botafogo-SP perdeu do Confiança (2x1) e o Ypiranga-RS empatou com o Figueirense (3x3).

O Vitória está na 12ª posição, com 10 pontos conquistados. O Volta Redonda é 11º, com a mesma pontuação.

Se dentro de campo o time ainda tentará fazer sua parte, a torcida do Leão já está fazendo a dela. O clube anunciou que, até o fim da tarde de sexta-feira, 11.999 ingressos foram garantidos para a partida. Trata-se de um recorde de público não só da equipe na temporada 2022, como também da Série C por enquanto.

Até agora, o maior público na competição deste ano foi na partida entre Paysandu e Manaus, válida pela 8ª rodada. Jogando em casa, o Paysandu recebeu 10.862 torcedores contra o Manaus no estádio da Curuzu, em Belém. A expectativa é que o Barradão receba ainda mais torcedores, e o clube ampliou os postos de venda de ingressos para atender a demanda.

Além do site Futebol Card e da Loja do Leão, no Shopping Capemi, os ingressos também estão sendo vendidos na Loja Negô, que fica no Salvador Shopping. As vendas neste sábado vão das 9h às 17h. Além disso, a bilheteria do Barradão, que só funcionaria domingo, também estará aberta neste sábado, das 9h às 17h. No dia do jogo, a partir das 11h.

Os ingressos custam R$ 40 (meia R$ 20) para o setor arquibancada, e o setor de cadeiras fica por R$ 100 (meia R$ 50).

Atacante Rodrigão foi apresentado na tarde desta sexta-feira (3) (Foto: Victor Ferreira/ECV)

Rodrigão regularizado

O centroavante Rodrigão, apresentado oficialmente pelo clube na sexta-feira (3), teve seu nome publicado no BID da CBF e está à disposição de Fabiano Soares para estrear contra o Volta Redonda. Também na sexta, ele fez seu primeiro treino com bola junto ao elenco.
Rodrigão é o 30º reforço do Vitória no ano. Ao ser questionado se já se sentia preparado para entrar em campo, o atacante reforçou que vem de um período de recuperação de lesão, mas mostrou confiança quanto à possível estreia. 

“Pronto a gente sempre tem que estar, né? Eu estou há um mês e vinte dias sem jogar porque tive uma lesão no meu tornozelo, então demorou um pouco para me recuperar. Mas já voltei a treinar e me sinto 90% preparado para poder jogar”, explicou o atacante.

Aos 28 anos, Rodrigão terá pela frente a concorrência de outros centroavantes no elenco. Tréllez, Roberto, Guilherme Queiroz e Dinei - que voltou a atuar contra o Campinense após se recuperar de cirurgia - vêm disputando a titularidade ao longo da temporada, mas nenhum deles se firmou como o “homem gol” do Leão. 

“Eu acho que todo mundo tem sua qualidade. A gente sabe como é futebol. É respeitar [os companheiros], cada um trabalha para dar o seu melhor. Os caras já estão aqui há mais tempo, eu estou chegando agora e vim para ajudar”, afirmou Rodrigão. E sobre a sua principal contribuição dentro de campo, o jogador foi direto na resposta: “Fazendo gol, né? Fui contratado pra isso”.

Antes de chegar ao rubro-negro, Rodrigão estava no Sport e seu contrato encerrou no dia 31 de maio. O atacante disputou dez jogos no ano e fez dois gols, um pela Copa do Nordeste e outro pelo Pernambucano. Na carreira, o atleta também vestiu a camisa do Bahia, Ponte Preta, Avaí, Coritiba e Santos, entre outros clubes. Ele é baiano de Belmonte, no extremo sul do estado.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas