Vulcão mata pelo menos cinco pessoas na Nova Zelândia; brasileiros escaparam

mundo
09.12.2019, 08:05:00
Atualizado: 09.12.2019, 08:05:26
(Handout / Michael Schade / AFP)

Vulcão mata pelo menos cinco pessoas na Nova Zelândia; brasileiros escaparam

A última erupção ocorreu em 2016

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Pelo menos cinco pessoas morreram e várias ficaram feridas após o vulcão White Island, na Nova Zelândia, entrar em erupção, nesta segunda-feira (9). O vulcão fica a 50km da costa leste da Ilha Norte. 

Devido aos riscos, equipes de resgate não podem se aproximar do local. Segundo a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, 100 turistas se encontravam no vulcão ou junto a ele no momento da erupção, sendo que vários ainda estão desparecidos. 

Turistas faziam uma viagem pela ilha desabitada de Whakaari, quando a explosão abrupta aconteceu, lançando rochas e uma grande nuvem de cinzas. 

Equipes de resgate trabalham na área para retirar vítimas que estavam na ilha
(Foto: Handout/ Michael Schade/AFP)

Um casal de brasileiros que estava no local, conseguiu escapar por poucos minutos. Ao G1, Aline Kauffmann e o marido Allessandro, contaram que o barco que a explosão aconteceu cerca de 10 minutos depois que eles deixaram a ilha. 

"Coisa mais louca da nossa vida acaba de acontecer. A gente passeou o vulcão uma hora e pouco, 10 minutos depois que a gente deixou [o vulcão], entrou no barco, o vulcão entrou em erupção. O barco voltou, deu a volta na ilha, para tentar ajudar as pessoas que estão aqui. Não sei todo mundo conseguiu sobreviver. A gente vai ver o que aconteceu aqui. A gente só espera que ninguém esteja machucado nem nada. Graças a Deus a gente está bem", contou Aline.

23 pessoas, entre eles turistas, foram resgatadas do navio de cruzeiros Ovation of the Seas, que estava na Ilha Branca, onde o vulcão entrou em erupção pouco depois das 14h (no horário local), e lançou rochas, cinzas e muita fumaça.

O vulcão é um dos mais ativos da Nova Zelândia. Cerca de dez mil turistas visitam o local todos os anos. Este vulcão entra em erupção, regularmente, há 50 anos e a última vez foi em 2016.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas