Wagner Lopes admite atuação ruim de Wesley Pionteck no Vitória

e.c. vitória
29.08.2021, 20:15:41
Atualizado: 29.08.2021, 20:28:06
Wesley foi titular pelo terceiro jogo seguido e não teve boa atuação (Marllon Costa / Náutico)

Wagner Lopes admite atuação ruim de Wesley Pionteck no Vitória

Técnico diz que avalia fazer alterações para próximas rodadas

O atacante Wesley Pionteck foi o principal assunto das perguntas dos jornalistas na entrevista coletiva do técnico Wagner Lopes após o empate do Vitória em 1x1 com o Náutico. O duelo ocorreu no Recife na tarde deste domingo (29), pela 21ª rodada da Série B.

Titular pelo terceiro jogo consecutivo sob comando de Lopes, o atacante teve atuação apagada. Acabou substituído por David no segundo tempo. Apesar da confiança do técnico, o atleta não tem tido boas atuações.

Lopes admitiu a atuação ruim: "Claro que Wesley hoje não foi o jogador que pode ser. Pode render muito mais, não só na parte defensiva, mas na parte ofensiva também. Ele é um jogador de alta intensidade, que ajuda, recompõe. Mas acho que, hoje, ele poderia ter feito mais".

E continuou: "A gente precisa avaliar com muito cuidado. Eu não gosto de falar individualmente. O setor todo estava com dificuldade. A gente procura valorizar todo mundo para que todo mundo se sinta importante. Quando um jogar bem, quem tiver perto tenta puxar o companheiro pra cima. Quando jogar mal, a gente tenta jogar o cara para cima. É a nossa função de gestor".

David, Ronan, Cedric, Thalisson Kelven e Bruno Oliveira entraram na etapa final e recuperaram o Vitória, que havia perdido o ritmo após sofrer um gol do Náutico logo após o intervalo. Bruno teve destaque especial, pois fez o gol de empate do rubro-negro, aos 20 minutos.

Perguntado se esses jogadores teriam sequência - inclusive David e Ronan, que podem substituir Wesley em má fase -, Lopes não garantiu nada:

"É óbvio que esses jogadores entraram bem, mas a gente tem que levar em consideração que o adversário estava cansado. São jogadores de velocidade, que desafogam o time. Principalmente em contra-ataque. São jogadores que estão no plano, vão ganhar minutagem e vão conquistando o espaço gradativamente. É natural pensar neles para as próximas rodadas", disse.

Por fim, sobre a atuação do Vitória no empate, Wagner Lopes disse que sai insatisfeito. Para ele, o rubro-negro atuou melhor do que o Timbu e merecia ter saído com os três pontos.

"Nós precisamos vencer. Claro que ninguém fica feliz quando empata, mas, fora de casa, com um adversário que briga na parte de cima da tabela... É duríssimo vencer nos Aflitos. Não que eu esteja satisfeito, mas acho que merecíamos ter vencido. Em boa parte do jogo, nós tivemos boas ações, criamos oportunidades. Eles tiveram uma ação com Vinícius, depois disso, só chegaram em bola parada", analisou o técnico.

Mas, no final, acabou valorizando o empate: "Claro que incomoda, porque a gente quer vencer e ninguém está satisfeito em empatar. Mas se você está perdendo e consegue um empate fora de casa, esse um ponto vai fazer diferença no final das contas. A gente está perto de sair do Z4. É focar no próximo jogo, tomar decisões melhores, principalmente no último terço, nas finalizações, porque a gente pode trabalhar melhor a bola".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas