Zero ou seminovo? Qual a melhor opção no momento?

tira-dúvidas finanças
03.06.2019, 05:00:00

Zero ou seminovo? Qual a melhor opção no momento?

O momento é melhor para comprar um carro zero ou seminovo? Cláudio Martins

Olá Claudio. A decisão de compra de um veículo, deve estar acompanhada de um consistente planejamento financeiro para que possa verificar de forma clara como se comportará o seu orçamento mensal após a compra do referido bem. É importante lembrar que os gastos irão aumentar e não só com o financiamento e o combustível. Portanto, analisar cuidadosamente antes de comprar vai evitar problemas futuros. A escolha entre um novo ou seminovo deve levar em consideração o estado de conservação e o valor do bem, além de observar as opções de financiamento, pois ao comprar o veículo zero quilômetro as taxas de juros são menores do que as opções para veículos usados, ainda que essa diferença seja relativa quando o tempo de uso do carro é pequeno, inferior a dois anos por exemplo. Para fazer uma boa compra e economizar, pesquise bastante e encontre o melhor custo benefício, acumulando o maior valor possível para servir de entrada e diminuir o total financiado, isso fará com que pague menos juros durante a operação.


Como amortizar uma dívida com o imóvel, junto a Caixa Econômica? Cada dia, fica  mais difícil negociar e vejo que o débito está se tornando uma bola de neve.  Anônimo

Olá Anônimo. Os financiamentos de longo prazo, como é o caso dos imóveis, tornam a dívida alta em função dos juros pagos ao longo dos incontáveis meses contratados para pagamento, contudo, à medida que o tempo vai passando o saldo devedor deve diminuir e uma proposta de quitação ou amortização irá reduzir o saldo devedor. A questão é que realizar essa operação no início do financiamento não vai surtir muito efeito, porque o sistema de amortização é constante, com parcelas decrescentes, isso significa que no início, do valor total da parcela a maior parte são juros, tornando inviável essa operação. A partir do quinto ano de financiamento o cenário começa a mudar e o processo de redução do saldo devedor fica mais acelerado. Uma forma de ir amortizando a dívida é aproveitar o FGTS a cada dois anos, além é claro, de manter uma reserva financeira para acelerar a quitação da dívida. Vale destacar que ao fazer a amortização parcial da dívida, opte por reduzir a quantidade de parcelas e não por reduzir o valor, no longo prazo essa opção é mais interessante.


Gasto mais do que eu ganho e não sei como reverter essa situação. Como sair do vermelho, de uma vez por todas Edísio?Anônimo

Olá Anônimo. O grande desafio da maioria das famílias brasileiras é alcançar o equilíbrio financeiro, manter as contas em dia, poder realizar seus sonhos, dentre outras coisas. O problema é que somos tentados a consumir cada vez mais, manter padrões que as vezes não são os nossos, e ao longo do tempo a conta chega, e aí o desequilíbrio financeiro se instala e para sair dele é necessária muita força de vontade e disciplina. Primeiro é preciso entender o seu orçamento, conhecer onde gasta cada centavo e assumir a posição de mudança, intervindo nos gastos para eliminar o que não é tão essencial e controlar os que não podem ser suprimidos. Com isso, fará uma boa economia e encontrará o caminho do sucesso financeiro, podendo realizar seus projetos sem as angústias de quem tem dívidas. Claro que não é tão simples quanto parece, mas posso assegurar que é plenamente possível desde que seja perseverante e disciplinado.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas