QUEDA DO 5º ANDAR

Justiça decreta prisão preventiva de suspeito de agressão de mulher na Paralela

Igor Costa Campos foi preso em flagrante no local por lesão corporal dolosa

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 11 de junho de 2024 às 11:54

Igor Costa Campos
Igor Costa Campos Crédito: Arisson Marinho/CORREIO

Um homem suspeito de agredir a companheira em um prédio na Avenida Paralela teve a prisão em flagrante convertida em preventiva. Igor Costa Campos, 39 anos, foi preso por lesão corporal dolosa e passou por audiência de custódia nesta terça-feira (11). O crime ocorreu na noite de domingo (9). A vítima, que estaria grávida, caiu do quinto andar do prédio enquanto fugia das agressões.

O advogado de Igor, Carlos Magnavita, nega que seu cliente tenha agredido a companheira. Segundo ele, Igor tentou evitar que a vítima se jogasse do quinto andar. "Ela, antes disso, teve uma discussão com ele e se trancou no quarto. A todo momento, ele ficou buscando evitar as agressões por parte dela, mas não praticou nenhuma das condutas que foram informadas no procedimento da autoridade policial e no depoimento da vítima", disse o advogado.

Relembre o caso

A ocorrência foi registrada pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) da Casa da Mulher Brasileira, que vai conduzir a investigação. Uma equipe da 82ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) esteve no local depois de receber a denúncia de que uma mulher havia sido agredida por um homem no condomínio.

Quando os PMs chegaram, a vítima estava sendo socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o suspeito havia sido contido pelos próprios moradores. Os PMs levaram o agressor para a delegacia.