OPERAÇÃO

Polícia prende suspeito de executar guitarrista do Afrocidade

Homem foi encontrado no bairro de Nova Vitória, em Camaçari

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 4 de junho de 2024 às 11:43

Operação policial  Crédito: Ascom PC

Um homem suspeito de ser um dos executores do homicídio do músico Flávio de Oliveira Silva, guitarrista do Afrocidade, foi preso no bairro de Nova Vitória, em Camaçari, na manhã desta terça-feira (4).

O mandado de prisão preventiva foi cumprido durante a Operação Euterpe, que cumpre na Região Metropolitana de Salvador (RMS) mandados contra o grupo criminoso envolvido na morte do artista. Fal Silva, como era conhecido, morreu depois de ser espancado por quatro homens no último dia 24 no bairro Novo Horizonte, em Camaçari. Na operação, outros dois suspeitos de tráfico, que não possuem ligação com a morte do músico, foram presos em flagrante.

Segundo a polícia, a principal linha de investigação para a motivação do crime é a relação com o tráfico de drogas. Imagens de câmeras de monitoramento foram analisadas, depoimentos de testemunhas e outros elementos identificaram quatro envolvidos.

A iniciativa envolve equipes da 4ª Delegacia de Homicídios de Camaçari (DH/Camaçari), com o apoio do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

Outras prisões hoje

Durante as ações, os policiais também cumpriram quatro mandados de busca e apreensão. Ao todo, foram apreendidas porções de maconha, balança digital, um revólver calibre 38, duas capas de colete e aparelhos celulares. Dois homens foram presos em flagrante no bairro de Jardim de Limoeiro, durante o cumprimento dos mandados judiciais de busca e apreensão.

Todo material apreendido será encaminhado para perícia, no Departamento de Polícia Técnica (DPT), e o resultado da operação irá colaborar para a elucidação do crime. As ações foram realizadas por mais de 30 policiais civis, com o apoio do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM).