IMPACTOS DA CHUVA

Sobe para 13 número de escolas municipais usadas como abrigo; 5,4 mil alunos estão sem aula

A reposição das aulas será definida ao término do período de emergência

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 9 de abril de 2024 às 10:41

Chuva em Salvador
Chuva em Salvador Crédito: Marina Silva/CORREIO

A Secretaria Municipal da Educação (Smed) ampliou a quantidade de unidades escolares para servir de abrigo temporário para as vítimas das chuvas em Salvador. No momento, 13 escolas em 11 bairros da capital estão servindo de abrigo para os afetados pelos temporais que atingem a capital baiana.

Por conta dessa situação, o número de escolas sem aula subiu de 10 para 13 nesta terça-feira (9), elevando o número de alunos sem aula de 2.382 para 5.440. De acordo com a Smed, a reposição das aulas será definida ao término do período de emergência. 

Confira a relação das escolas por bairro:

Escola Municipal Leovícia Andrade - Calabetão - 498 alunos matriculados

Escola Municipal ACM - São Caetano - 369 alunos matriculados

Escola Municipal Professor Antônio Carvalho Guedes - Capelinha - 329 alunos matriculados

Escola Municipal Pirajá da Silva - Liberdade - 382 alunos matriculados

Escola Municipal Coração de Jesus - Lobato - 156 alunos matriculados

Escola Municipal Professora Eufrosina Miranda - Lobato - 620 alunos matriculados

Escola Municipal Irmã Dulce - Cajazeiras VII - 286 alunos matriculados

Escola Municipal Professor Ricardo Pereira - Cajazeiras VIII - 571 alunos matriculados

Escola Municipal Roberto Correia - Pau da Lima - 850 alunos matriculados

Escola Municipal Castelo Branco - Castelo Branco - 365 alunos matriculados

Escola Municipal Esperança de Viver - Castelo Branco - 224 alunos matriculados

Escola Municipal Santa Terezinha - Alto da Terezinha - 197 alunos matriculados

Escola Municipal Afrânio Peixoto - Sete de Abril - 593 alunos matriculados