"COSTUME DO CAMPO"

Mulher perde guarda de cão após pedir que açougue o abatesse

Questionada, a mulher disse que o abate era um "costume do campo"

  • Foto do(a) author(a) Rede Nordeste, O Povo
  • Rede Nordeste, O Povo

Publicado em 2 de abril de 2024 às 16:29

O Golden Retriever Tobías foi resgatado após sua tutora perguntar a um açougue se o local o abateria
O Golden Retriever Tobías foi resgatado após sua tutora perguntar a um açougue se o local o abateria Crédito: Reprodução/ Instagram

Uma mulher de 51 anos perdeu a guarda do seu cachorro após pedir para abatê-lo em um açougue. O caso aconteceu na cidade de La Plata, capital da província de Buenos Aires, na Argentina.

Após denúncias, Tobías, um golden retriever de 9 anos, foi resgatado por um grupo de protetores de animais. Questionada, a mulher disse que o abate era um “costume do campo”. As informações são do jornal argentino La Nación.

A ex-tutora de Tobías foi até o açougue e perguntou aos funcionários se eles poderiam abater o animal, que não apresentava nenhuma patologia terminal. No entanto, a mulher afirmou que ele tinha poucos dias de vida.

Então, um grupo de vizinhos protetores da região interveio e foram com os policiais até a casa da mulher, conseguindo colocar Tobías em segurança.

Mulher admitiu ter perguntado sobre como abater o cão

O grupo se espantou, pois a dona de Tobías admitiu ter perguntado no açougue como abatê-lo, segundo informações do La Nación.

Em seguida, a mulher justificou a pergunta dizendo: “Deixe-me explicar. Meu pai e meu avô são do campo. Eles sempre trabalharam no hipódromo. Quando o cavalo atinge uma certa idade, ele é enviado para o abate”.

Um dos resgatadores pediu para ela explicar o significado da palavra e ela continuou: “É como a vaca. Primeiro você retira a pele, depois esfola e usa a carne. Isso é feito com os animais”.

Tutora do cão foi denunciada por maus-tratos

Enquanto conversavam com a mulher, os protetores de animais ficaram com Tobías. Eles também foram acompanhados por policiais, com medo que a situação se tornasse violenta.

Neste momento, os protetores disseram que iriam confiscar o golden retriever para adoção. Houve uma discussão, mas nada mais grave aconteceu. Após colocar o cachorro em uma gaiola de transporte numa caminhonete, a mulher ainda teria dito: “Adeus, Toto”.

Após o confisco do cachorro, os resgatadores levaram Tobías para a delegacia, onde foi registrada uma denúncia de maus-tratos a animais. A mulher também compareceu à delegacia.